Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,31 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -908,97 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,83
    -0,72 (-0,84%)
     
  • OURO

    1.836,10
    -6,50 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    35.353,86
    -8,73 (-0,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    870,86
    +628,18 (+258,85%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,02 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.411,00
    -430,00 (-2,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1900
    +0,0599 (+0,98%)
     

Mais de 60 passageiros vindos da África do Sul testam positivo à Covid-19 na Holanda

·1 min de leitura

As autoridades sanitárias holandesas anunciaram neste sábado (27) que 61 pessoas que desembarcaram no país em dois aviões vindos da África do Sul testaram positivo à Covid-19. Os passageiros infectados foram colocados em quarentena em um hotel perto do aeroporto de Amsterdã.

Em comunicado, as autoridades holandesas declararam que exames suplementares estão sendo realizados para detectar se as pessoas foram contaminadas pela nova variante ômicron. Na sexta-feira (26), a Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou a linhagem originária da África do Sul como "preocupante".

Segundo a Holanda, as 61 pessoas fazem parte de um grupo de 600 passageiros que chegaram ao país na sexta-feira em voos provenientes da Cidade do cabo e de Joanesburgo. "Entre os resultados positivos dos testes, estamos procurando saber o mais rápido possível se essas contaminações dizem respeito à ômicron", afirma o documento.

A Bélgica é o único país europeu onde a nova variante foi oficialmente detectada. A Alemanha anunciou neste sábado ter um caso suspeito da ômicron. Depois de ter sido descoberta na África do Sul, a linhagem também foi registrada em Botsuana, Hong Kong e Israel.

Fronteiras fechadas à países africanos

Países de todas as regiões do mundo, entre eles o Brasil, anunciaram na sexta-feira o fechamento de suas fronteiras para viajantes oriundos do sul da África. Das bolsas de valores ao petróleo, os mercados mundiais foram abalados com as notícias sobre a nova variante, em meio a um forte temor de que a economia global seja novamente abalada pela pandemia.


Leia mais

Leia também:
Bélgica detecta primeiro caso de nova variante descoberta na África do Sul

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos