Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.094,22 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,95 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,26
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.801,20
    -0,60 (-0,03%)
     
  • BTC-USD

    34.551,02
    +583,59 (+1,72%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,15 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,82 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.104,00
    +6,00 (+0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1217
    +0,0015 (+0,02%)
     

Mais de 60% dos brasileiros aumentaram gastos com streaming na pandemia

·2 minuto de leitura

A Bare International, especialista de pesquisa de experiência do cliente, diz que 61,6% dos brasileiros entrevistados no levantamento “Como a experiência do cliente mudou nos tempos de COVID” aumentaram seus gastos com entretenimento e serviços de streaming em 2021. Em termos globais, 47,7% dos participantes do estudo relatam o mesmo comportamento.

Tânia Alves, gerente-geral da Bare Brasil, aponta que o aumento foi de 4,5 pontos percentuais, de 57,1% para 61,6%, no país, enquanto no exterior foi de 2 pontos percentuais (de 45,7% para 47,7%). A pesquisa avaliou como os gastos dos entrevistados mudaram com a pandemia em 10 segmentos: educação, vestuário, seguro, bebida, saúde (incluindo suplementos), cosméticos, eletrônicos, bem-estar, alimentação e entretenimento online. Foram ouvidas 2.370 pessoas em todo o mundo em 2021 e 1.333 em 2020.

Imagem: Reprodução/Envato/stockasso
Imagem: Reprodução/Envato/stockasso

Entre os participantes, apenas 13,54% afirmaram ter reduzido os gastos com o serviço. “Uma das explicações para o destaque obtido pelos brasileiros nesse aspecto talvez seja o fato de as condições impostas pela pandemia terem coincidido com o lançamento de uma grande variedade de novos produtos e serviços de streaming no país”, diz.

A educação internacional também apresenta números animadores na pesquisa. Na média global, houve aumento de 29% para 31,1%. No Brasil, a alta foi ainda mais significativa: saltou de 25,5% para 30,8%.

Kevin Porter, criador e um dos sócios da plataforma de streaming Fluenflix, que usa usa jogos, filmes e atividades criativas para ensinar inglês, afirma que tem havido maior procura de serviços para acelerar a fluência em inglês. “Com o avanço da vacinação nos EUA e na Europa, as pessoas estão começando a vislumbrar a possibilidade de voltar a viajar para o exterior.”

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos