Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.095,53
    +537,86 (+0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.056,27
    +137,99 (+0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,69
    +0,64 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.784,00
    -0,70 (-0,04%)
     
  • BTC-USD

    50.495,96
    -296,76 (-0,58%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.315,30
    +10,19 (+0,78%)
     
  • S&P500

    4.701,21
    +14,46 (+0,31%)
     
  • DOW JONES

    35.754,75
    +35,32 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.337,05
    -2,85 (-0,04%)
     
  • HANG SENG

    23.996,87
    +13,21 (+0,06%)
     
  • NIKKEI

    28.860,62
    +405,02 (+1,42%)
     
  • NASDAQ

    16.384,00
    +66,00 (+0,40%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2789
    -0,0608 (-0,96%)
     

Mais de 400 golpes financeiros foram bloqueados por hora no Brasil em 2021

·2 min de leitura

E os golpes virtuais continuam em alta. Segundo informações da PSafe, as soluções de segurança da empresa bloquearam mais de 3,4 milhões de golpes financeiros em 2021, o que representa uma média de mais de 11 mil por dia e de 400 por hora.

Os golpes financeiros são transmitidos principalmente por SMS, e-mail e redes sociais, visando obter dados pessoais das vítimas para invadir e roubar suas contas bancárias digitais, a partir de empréstimos, pagamento de contas ou mesmo transferências. Normalmente, as mensagens fraudulentas tentam fazer o receptor acreditar em situações como bloqueio do cartão do banco, atualização de senha ou falsa oferta de benefícios nas transações, sempre com o nome de grandes instituições para tentar gerar credibilidade.

<em>Exemplo de aplicativo falso de banco. (Imagem: Divulgação/PSafe)</em>
Exemplo de aplicativo falso de banco. (Imagem: Divulgação/PSafe)

Em alguns casos, até mesmo aplicativos falsos dos bancos podem ser disponibilizados pelos criminosos, com as vítimas realizando o download desses programas maliciosos sem saber que, quando digitarem as credenciais e tentarem entrar em suas contas, seus dados já terão sido roubados.

“Temos visto uma engenharia social cada vez mais sofisticada e focada não apenas em pessoas físicas, mas principalmente nas empresas pelo alto poder lucrativo do golpe. Para atingir as empresas, focam nos colaboradores, atacando principalmente por meio de phishing e arquivos maliciosos cada vez mais convincentes de que são reais e com alto poder de fisgar vítimas. Somente neste ano, nossa empresa bloqueou mais de 30 milhões de phishing e, nos últimos três meses, mais de 12 milhões de ameaças de malwares no Brasil”, enfatiza o CEO da PSafe, Marco DeMello.

Dicas de segurança

Para a prevenção destes golpes, a PSafe separou uma série de dicas que listaremos a seguir:

  • A primeira e principal dica é: tenha sempre uma solução de segurança instalada em seu dispositivo;

  • Evite clicar em links de fontes desconhecidas, especialmente os que forem compartilhados via aplicativos de troca de mensagem e redes sociais;

  • Crie o hábito de duvidar das informações compartilhadas na internet e nunca informe dados sensíveis em links de procedência duvidosa;

  • Procure sempre confirmar a veracidade das informações nas páginas e sites oficiais das empresas;

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos