Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.979,96
    +42,09 (+0,03%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.789,31
    +417,33 (+0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,79
    -0,70 (-1,07%)
     
  • OURO

    1.867,10
    -0,90 (-0,05%)
     
  • BTC-USD

    40.836,62
    -4.063,00 (-9,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.136,93
    -116,22 (-9,27%)
     
  • S&P500

    4.127,83
    -35,46 (-0,85%)
     
  • DOW JONES

    34.060,66
    -267,13 (-0,78%)
     
  • FTSE

    7.034,24
    +1,39 (+0,02%)
     
  • HANG SENG

    28.593,81
    +399,72 (+1,42%)
     
  • NIKKEI

    27.973,34
    -433,50 (-1,53%)
     
  • NASDAQ

    13.173,25
    -38,75 (-0,29%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4299
    -0,0002 (-0,00%)
     

Mais 301 escolas municipais do Rio voltaram hoje às aulas presenciais

Ana Cristina Campos – Repórter da Agência Brasil
·1 minuto de leitura

A nova fase do ensino presencial na rede municipal de ensino do Rio de Janeiro começou hoje (21) com mais 301 escolas. Amanhã (22), mais 63 escolas retomam com o ensino presencial. Com isso, a partir desta semana, a rede municipal de educação do Rio terá 783 unidades escolares com ensino presencial, contemplando todo o ensino fundamental I, da pré-escola até o 6º ano carioca.

O secretário municipal de Educação, Renan Ferreirinha, disse que a rede segue rigoroso protocolo sanitário, o que permite o retorno das aulas presenciais com responsabilidade. Segundo ele, com o início do ano letivo, foram destinados mais de R$ 18 milhões para as unidades escolares fazerem ajustes e pequenas reformas.

Ouça na Radioagência Nacional

Ouça essa e outras notícias na Radioagência Nacional


“Antes de uma escola retomar com o ensino presencial, precisa passar por todas as adequações necessárias e, assim, ficar apta a receber alunos, professores, funcionários, pais e responsáveis com segurança”, afirmou, em nota.

Entre os protocolos sanitários estabelecidos estão o uso de máscara facial obrigatório exceto para crianças de até 3 anos, horário escalonado de entrada, saída e recreio dos alunos, refeições nas salas de aula, e distanciamento de 1,5 metro.

Os estudantes e profissionais que sejam de grupo de risco para a covid-19 não deverão participar das atividades presenciais.