Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.608,76
    -345,14 (-0,35%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.036,38
    +293,23 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,66
    +2,23 (+2,06%)
     
  • OURO

    1.808,30
    +6,80 (+0,38%)
     
  • BTC-USD

    19.875,94
    +567,59 (+2,94%)
     
  • CMC Crypto 200

    429,24
    +9,10 (+2,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,86 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.232,65
    +64,00 (+0,89%)
     
  • HANG SENG

    21.830,35
    -29,44 (-0,13%)
     
  • NIKKEI

    26.153,81
    +218,19 (+0,84%)
     
  • NASDAQ

    11.554,00
    -57,25 (-0,49%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5540
    -0,0047 (-0,08%)
     

Mais de 30% das cidades brasileiras não registraram mortes por COVID em julho

·2 min de leitura

Com a campanha de vacinação contra o coronavírus SARS-CoV-2 em curso, o cenário epidemiológico do Brasil começa a melhorar. Durante o mês de julho deste ano, 31% das cidades brasileiras não registraram mortes em decorrência da COVID-19. Este é o maior número dos últimos cinco meses.

No total, foram 1.750 cidades sem notificação de óbitos no último mês, o que representa um aumento de 35% em relação às 1.293 de junho. Dessa forma, o Brasil chegou à maior queda no número de mortes notificadas pelas cidades desde fevereiro deste ano, quando 2.202 municípios não registraram mortes pela doença.

Queda no número de cidades que registraram óbitos pela COVID-19 é sinal de avanço no controle da doença (Imagem: Reprodução/Pressmaster/Envato Elements)
Queda no número de cidades que registraram óbitos pela COVID-19 é sinal de avanço no controle da doença (Imagem: Reprodução/Pressmaster/Envato Elements)

No mapa brasileiro, as regiões Norte e Nordeste registraram o maior percentual de municípios sem mortes em julho. Neste cenário, a maior parte dos municípios — 71% ou 1.250 das cidades — tem menos de 10 mil habitantes. Uma das exceções é Coari, no Amazonas. A cidade é considerada a mais populosa entre as que não registraram óbitos pela COVID-19, já que conta com 85,9 mil habitantes.

O levantamento sobre as mortes da COVID-19 e a distribuição pelas cidades do país foi feito pelo G1, a partir de dados coletados pelo pesquisador e professor Wesley Cota, da Universidade Federal de Viçosa (UFV), em Minas Gerais.

Queda na média móvel de óbitos

Além da queda no número de cidades que registraram óbitos, o Ministério da Saúde anunciou a baixa na média móvel da última semana de mortes em decorrência do coronavírus. "Há seis dias, a média móvel de óbitos por COVID-19 no Brasil está abaixo de 1 mil. Hoje (10), registramos o menor número médio de mortes diárias desde o dia 15 de janeiro, com 924 óbitos", destacou a pasta.

Desde a chegada do coronavírus no Brasil, o país acumula 20,2 milhões de casos confirmados da COVID-19 e 564,7 mil mortes em decorrência da infecção. Nas últimas 24h, foram registrados mais 34,8 mil novos infectados e 1.211 óbitos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos