Mercado fechará em 5 h 25 min
  • BOVESPA

    103.615,01
    +1.699,55 (+1,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.698,72
    -97,58 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,02
    +1,84 (+2,78%)
     
  • OURO

    1.787,80
    +11,30 (+0,64%)
     
  • BTC-USD

    57.559,95
    -456,55 (-0,79%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.475,34
    +32,57 (+2,26%)
     
  • S&P500

    4.567,00
    -88,27 (-1,90%)
     
  • DOW JONES

    34.483,72
    -652,22 (-1,86%)
     
  • FTSE

    7.154,12
    +94,67 (+1,34%)
     
  • HANG SENG

    23.658,92
    +183,66 (+0,78%)
     
  • NIKKEI

    27.935,62
    +113,86 (+0,41%)
     
  • NASDAQ

    16.359,50
    +209,00 (+1,29%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3617
    -0,0083 (-0,13%)
     

Mais de 1 trilhão de dólares em investimentos.

·2 min de leitura

O investimento será feito com o intuito de melhorar a vida da população, além é claro, de potencializar a economia norte-americana. Mas será que vai dar certo? Há dúvidas com relação a isso.

Inflação alta pode prejudicar.

Desde 2008 até agora, a inflação dos Estados Unidos permaneceu em um nível muito abaixo. Segundo dados dos próprios Estados Unidos, atualmente a inflação vem batendo a casa dos 6.2% nos últimos 12 meses.

Ou seja, neste momento existe sim um aumento dos preços mais contundente. Não há como negar.

Há diversos itens que estão sofrendo com a inflação, mas aquele que mais encarece, são os combustíveis. Como a oferta vem sofrendo com a demanda elevada, a alta dos preços provavelmente permanecerá por mais um tempo.

Sendo que, provavelmente, os investimentos de 1 trilhão de dólares vão provocar mais pressão na inflação.

Juro maior antes do prazo?

Como a intenção do governo norte-americano é investir na infraestrutura do país, os custos para conseguir viabilizar todos os investimentos vai ser elevado e provavelmente vai sofrer influência da inflação.

Ou seja, todo esse investimento vai potencializar ainda mais a pressão inflacionária. Talvez, essa movimentação, caso ocorra, vá colaborar para o aumento do juro nos Estados Unidos.

Fato que pode ajudar na estabilização dos preços, mas pode prejudicar países emergentes e em crescimento, como é o caso do Brasil.

Hoje com a bolsa brasileira aberta e operando, o ouro OZ1D registrou queda de 0,46%. Já o USD/BRL valorizou em 0,83%, terminando o dia cotado em R$ 5,50.

O Ibovespa terminou o dia em queda de 1,82% sendo que o S&P 500 fechou o dia com alta de 0,39%.

Com certeza a notícia que haverá mais investimentos do governo norte-americano animou os mercados.

Mais dinheiro circulando, mais negócios e mais lucros para as empresas. O Ibovespa já não conseguiu acompanhar o mesmo otimismo. Como o cenário político por aqui ainda continua nebuloso, as coisas dificilmente vão se acertar para a bolsa de valores.

Tudo vai depender do PIB. Caso o Brasil consiga alcançar um PIB acima dos 5% em 2021, o contexto pode mudar, mesmo com o cenário político.

Depois de algumas semanas de alta, o ouro registrou queda e o dólar subiu. Com mais aumentos do juro por aqui, a tendência é que o dólar recue (caso nada de mais grave ocorra no Brasil). Já o ouro, provavelmente continuará se valorizando devido à inflação persistente.

This article was originally posted on FX Empire

More From FXEMPIRE:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos