Maioria dos jovens demora mais de seis meses para atualizar o currículo

SÃO PAULO - Uma pesquisa realizada pelo site Vagas.com revelou que os jovens em início de carreira demoraram mais de seis meses para atualizar os seus currículos.

Entre os profissionais de 21 a 30 anos, 54,7% declararam que passam mais de 180 dias sem incluir novas informações em seu currículo sobre a sua evolução na carreira. 

Para a gerente de relacionamento da Vagas Tecnologia, Fernanda Diez, o dado é alarmante. “Com a facilidade de atualização, os jovens estão levando muito tempo para incluírem informações relevantes sobre a sua evolução profissional. Eles podem perder oportunidades interessantes por não informarem quais cursos estão frequentando, onde estão trabalhando ou até mesmo sobre uma experiência adquirida em outra área.”

Entre os profissionais mais experientes, os indicadores são maiores, mas a situação é menos preocupante. Pelos dados, as pessoas que têm entre 31 e 40 anos, o indicador é de 57,7%. Enquanto os profissionais mais experientes, de 41 a 50 anos, somam 58,6% que se enquadram nessa mesma situação.

Carregando...