Mercado abrirá em 7 h 36 min
  • BOVESPA

    100.763,60
    +2.091,34 (+2,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.294,83
    +553,33 (+1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,77
    +1,20 (+1,10%)
     
  • OURO

    1.826,80
    +2,00 (+0,11%)
     
  • BTC-USD

    20.771,75
    -406,67 (-1,92%)
     
  • CMC Crypto 200

    451,67
    -10,12 (-2,19%)
     
  • S&P500

    3.900,11
    -11,63 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    31.438,26
    -62,42 (-0,20%)
     
  • FTSE

    7.258,32
    +49,51 (+0,69%)
     
  • HANG SENG

    22.037,35
    -192,17 (-0,86%)
     
  • NIKKEI

    26.953,99
    +82,72 (+0,31%)
     
  • NASDAQ

    12.033,00
    -7,50 (-0,06%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5405
    -0,0036 (-0,06%)
     

Maioria dos consumidores deixou de poupar durante a pandemia

(Bloomberg) -- Mais da metade dos consumidores de grandes economias do mundo deixaram de poupar durante a pandemia, segundo uma nova pesquisa.

O levantamento em 18 países da YouGov, compartilhado exclusivamente com a Bloomberg News, desafia a ideia de que as famílias têm uma proteção contra uma crise cada vez mais profunda do custo de vida.

O YouGov disse que 51% dos entrevistados não conseguiram aumentar suas economias durante a pandemia. A taxa foi mais baixa para a Alemanha, com 39%, enquanto a da Itália foi de apenas 40%. Os EUA, Reino Unido e Canadá também tiveram resultados abaixo de 50%.

A pesquisa abrange 20.000 adultos em 18 países e reduz as esperanças de que um excesso de poupança global ajude as famílias a enfrentar um aumento na inflação. Em vez disso, pinta um quadro desigual das finanças, potencialmente abrindo caminho para o aprofundamento da desigualdade nos próximos meses.

A pesquisa do YouGov também sugere que quem poupou raramente gasta em itens de luxo. Entre os que economizaram, cerca de metade tem conseguido segurar o dinheiro extra. Mais de um quarto gastou o dinheiro para pagar contas ou outros gastos essenciais.

Apenas 13% usaram o dinheiro poupado com férias e eventos sociais desde que as restrições da pandemia foram suspensas, e 19% usaram o dinheiro para reformas ou mudança de casa.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos