Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.221,19 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,64 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    45.364,42
    -1.562,28 (-3,33%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,64 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,96 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,26 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7583
    +0,0194 (+0,29%)
     

As maiores polêmicas dos bastidores de Glee

Beatriz Vaccari
·7 minuto de leitura

Glee foi uma série muito a frente de seu tempo e não há dúvidas disso. Lançada em 2009, a comédia musical deixou um legado que hoje a torna uma das produções mais importantes de sua geração. Ao longo de seus seis anos no ar, o show trouxe representatividade em cada um de seus personagens e relacionamentos na tela, principalmente os homoafetivos; além disso, a série foi responsável por reviver músicas do milênio passado e apresentá-las para uma legião de fãs mais novos sob outra roupagem e interpretação, brincando com duetos, parcerias emash-ups.

Foram mais de 70 prêmios, mais de 200 músicas nas paradas da Billboard e revelações de nomes que até o início da série eram desconhecidos para a indústria televisiva. Celebridades como Grant Gustin, que atualmente interpreta Barry Allen na série The Flash; Melissa Benoist, que vive Kara Danvers em Supergirl; e Jonathan Groff, que é responsável pela voz original de Olaf em Frozen e por interpretar Holden Ford em Mindhunter foram alguns dos vários rostos que tiveram sua primeira chance como coadjuvantes em Glee e hoje possuem carreiras consolidadas em Hollywood.

Mas é claro que uma série com elenco extenso e da mesma faixa etária não teria dias fáceis. Glee, apesar de seu legado, foi uma série cujos bastidores acabaram envelhecendo mal e criando polêmicas atrás de polêmicas mesmo após o final da produção. Nesta sexta-feira (19), as seis temporadas da comédia musical chegam ao catálogo do Disney+, mas, em paralelo, separamos uma lista do lado sombrio da série.

Relacionamentos no Set

Mark Salling e Naya Rivera tiveram um relacionamento nos bastidores da série (Imagem: Divulgação / FOX)
Mark Salling e Naya Rivera tiveram um relacionamento nos bastidores da série (Imagem: Divulgação / FOX)

A formação de alguns casais foi inevitável durante a filmagem do programa, e a chama do romance acendeu primeiro entre Mark Salling e Naya Rivera, que em Glee interpretaram Noah Puckerman e Santana Lopez. Apesar da relação de seus personagens durar muito pouco nas telas (apenas durante alguns episódios da primeira temporada), os atores namoraram durante três anos e terminaram em 2010. Ambos muito geniosos, o namoro foi conturbado e acabou refletindo em algumas discussões no set de gravações da série, com alguns colegas do elenco alegando que o relacionamento era "tempestuoso".

Em seu livro publicado um ano após o fim de Glee, Naya Rivera escreveu que o relacionamento era para ser mantido em segredo no início por orientações de suas assessorias. Ela também contou que o casal tinha muitas brigas e que acreditava que ele estava a traindo, o que logo foi confirmado por outros membros do elenco. Para se vingar, Naya comprou ração para cachorro, refrigerante, ovos e sementes de pássaros e jogou tudo no carro do ator enquanto "ele estava fora por alguns dias."

"Acho que todo mundo tem aquele relacionamento em que você olha para trás e se pergunta: 'Que diabos eu estava pensando?'", escreveu a atriz quando relembrou o namoro com Mark Salling no livro Sorry Not Sorry.

Rivalidade entre protagonistas

Lea Michele teria ficado incomodada com ascensão de Santana Lopez na série, personagem de Naya Rivera (Imagem: Divulgação / FOX)
Lea Michele teria ficado incomodada com ascensão de Santana Lopez na série, personagem de Naya Rivera (Imagem: Divulgação / FOX)

Falando em Naya, sua personagem passou a ganhar mais espaço a partir da segunda temporada da série, em que sua sexualidade é explorada e seu relacionamento com Brittany S. Pierce (Heather Morris) é desenvolvido. Com o tempo de tela, consequentemente mais solos seriam dados à atriz, o que deixou Lea Michele muito incomodada, já que ela não queria dividir os holofotes.

"Eu não odeio Lea e nunca odiei", escreveu Rivera em seu livro na hora de falar sobre a colega que interpretava a protagonista Rachel Berry. Naya pensava que sua relação com Michele acabou esfriando após sua personagem deixar de ser coadjuvante. "Ela tinha dificuldade em separar o trabalho da nossa amizade externa, o que era muito mais fácil para mim. Lea era muito mais sensível, porém às vezes parecia que ela me culpava por tudo e qualquer coisa que desse errado."

Síndrome de Diva

"Estrela" de Lea Michele não se resumia apenas à personagem (Imagem: Divulgação / FOX)
"Estrela" de Lea Michele não se resumia apenas à personagem (Imagem: Divulgação / FOX)

Falando em Lea Michele, Naya era a única pessoa até 2020 que tinha falado abertamente sobre o comportamento de diva da atriz no set. Em 2012, no início da quarta temporada da série, o New Directions parte em busca de um membro do Glee Club em que se referem como "A Nova Rachel" (termo que inclusive deu nome ao episódio). O ano deu espaço para novos personagens no McKinley High, e Melissa Benoist integrou o elenco para interpretar a caloura Marley Rose. Mas, ao que tudo indica, Lea Michele sentia ciúmes de dividir o holofote com a nova atriz.

No ano passado, em meio às denúncias da agressão policial norte-americana contra George Floyd, Lea se posicionou no Twitter, mas acabou tendo alguns comportamentos tóxicos, abusivos e até racistas da época de Glee revelados por ex-colegas de elenco. Samantha Ware respondeu à atriz: "Lembra quando você fez o meu primeiro trabalho na televisão parecer um inferno? Porque eu nunca vou esquecer". Foi o suficiente para render uma onda de outros depoimentos.

Relacionamentos pós-Glee

Na série, um amor; já nos bastidores... (Imagem: Divulgação / FOX)
Na série, um amor; já nos bastidores... (Imagem: Divulgação / FOX)

A atual Supergirl teve seu coração batendo mais forte em 2012, quando sua personagem Marley Rose se apaixonou por Ryder Lynn, interpretado por Blake Jenner. Quando a atriz entrou para o elenco da série, estava namorando o fotógrafo Nick Vorderman, mas terminou poucos meses antes de assumir o relacionamento com o novo colega de elenco, que mais tarde acabou tornando-se seu marido.

Em 2019, Melissa Benoist publicou um vídeo em seu Instagram revelando ter sido vítima de violência doméstica e de um relacionamento abusivo. Em nenhum momento a atriz chegou a revelar o nome de seu abusador, mas alguns detalhes fizeram com que os fãs associassem o período da denúncia ao que esteve casada (até 2016). Na mídia, Benoist alegou que chegou a sofrer uma agressão no olho que causou um ferimento permanente em sua íris, além de ter que recusar inúmeros papéis no cinema e televisão por ataques de ciúmes do ex. Jenner só voltou às redes sociais um ano após o depoimento, assumindo a culpa, mas também alegando que sofreu agressões por parte da atriz.

Outros relacionamentos ruins

Naya Rivera chegou a ser presa por agredir o ex-marido (Imagem: Divulgação / FOX)
Naya Rivera chegou a ser presa por agredir o ex-marido (Imagem: Divulgação / FOX)

Em 2017, Naya Rivera foi presa acusada de violência doméstica após uma suposta agressão contra o marido Ryan Dorsey. A informação vinha diretamente de um vídeo publicado pela TV local WSAZ, de West Virgínia, e mostrava a atriz encapuzada e algemada enquanto era questionada sobre o caso. O ator e ex-marido teria entregado à polícia uma prova em vídeo do momento da agressão, em que ele alega ter sido atingido na cabeça e no lábio inferior enquanto levava os filhos para caminhar.

Naya e Ryan se casaran em 2014 e, dois anos depois, a atriz chegou a entrar com o pedido de divórcio, mas deu uma entrevista à revista People sobre uma possível reconciliação.

Perdas

Cory Monteith e Naya Rivera, duas das maiores perdas dos fãs (Imagem: Divulgação / FOX)
Cory Monteith e Naya Rivera, duas das maiores perdas dos fãs (Imagem: Divulgação / FOX)

Três integrantes de Glee faleceram. A primeira perda do elenco foi Cory Monteith, que interpretava o baterista Finn Hudson. Ele morreu enquanto a série ainda estava no ar, em julho de 2013. Seu corpo foi encontrado num hotel em Vancouver, e embora não tenha sido possível identificar a causa da morte imediatamente, a polícia acreditou que se tratava de uma overdose — afinal de contas, por toda sua vida o ator lutou contra o vício em drogas.

Em 2018, Mark Salling foi encontrado morto em Los Angeles, onde aguardava a sentença de seu julgamento por posse de pornografia infantil. O ator já havia sido preso em 2015, mas pagou fiança de US$ 20 milhões para ser liberado. Em 2017, após depoimentos que já duravam mais de um ano, Salling declarou-se culpado. A suspeita é de que ele tenha cometido suicídio.

O caso mais recente foi o de Naya Rivera, que faleceu no ano passado após tentar salvar o filho Josey durante um passeio de barco no Lago Piru, um reservatório artificial na Floresta Nacional Los Padres, no Condado de Ventura, na Califórnia. A atriz passou cinco dias desaparecida até seu corpo ser encontrado pela polícia.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: