Mercado fechado
  • BOVESPA

    93.952,40
    -2.629,76 (-2,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    36.987,86
    +186,49 (+0,51%)
     
  • PETROLEO CRU

    35,72
    -0,45 (-1,24%)
     
  • OURO

    1.878,80
    +10,80 (+0,58%)
     
  • BTC-USD

    13.561,82
    +262,97 (+1,98%)
     
  • CMC Crypto 200

    264,99
    +1,36 (+0,52%)
     
  • S&P500

    3.269,96
    -40,15 (-1,21%)
     
  • DOW JONES

    26.501,60
    -157,51 (-0,59%)
     
  • FTSE

    5.577,27
    -4,48 (-0,08%)
     
  • HANG SENG

    24.107,42
    -479,18 (-1,95%)
     
  • NIKKEI

    22.977,13
    -354,81 (-1,52%)
     
  • NASDAQ

    11.089,00
    -253,75 (-2,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6872
    -0,0584 (-0,87%)
     

Maior feira de celulares do mundo, MWC 2021 é adiada

Rubens Eishima
·2 minutos de leitura

O congresso de fabricantes de celulares e demais empresas de telefonia móvel MWC 2021 foi adiado para junho. O evento estava marcado para março do ano que vem, mas teve o adiamento confirmado pela GSMA, organizadora da feira.

A MWC Barcelona é o maior evento de telefonia móvel do mundo, reunindo na cidade catalã os principais fabricantes de celulares, infraestrutura e operadoras — com exceção da Apple. A edição de 2020 foi cancelada já por influência da COVID-19, na época ainda sem o status oficial de pandemia, após semanas de incertezas e o cancelamento da participação de diversas empresas.

Troca de cadeiras

Em comunicado à imprensa, a GSMA anunciou que a versão chinesa do evento — tradicionalmente realizada em junho ou julho — será antecipada para o período de 23 a 25 de fevereiro. A organização da MWC Xangai diz garantir que os fabricantes terão à dispoição o tradicional palco da feira para anunciar seus principais lançamentos do primeiro semestre do ano.

#SQN: MWC Xangai 2020 foi cancelada junto com a edição 2020 em Barcelona (imagem: reprodução/GSMA)
#SQN: MWC Xangai 2020 foi cancelada junto com a edição 2020 em Barcelona (imagem: reprodução/GSMA)

Já a edição do evento na Espanha está marcada para os dias 28 de junho a 1º de julho, no centro de exposições Fira, de Barcelona.

Entre os motivos alegados para a mudança estão, obviamente, os problemas causados pela pandemia da COVID-19, que teve no país europeu um de seus principais focos de contágio no primeiro semestre de 2020.

“A saúde e segurança de nossos expositores, participantes, funcionários e do povo de Barcelona são da mais alta importância”, destacou Mats Granryd, diretor geral da GSMA

O novo surto da doença na Espanha deve ter contribuído para alimentar a precaução da associação, que remarcou o evento do fim do inverno europeu para o pico da temporada de verão, época em que Barcelona é tomada por turistas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: