Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.471,92
    +579,92 (+0,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.723,43
    -192,77 (-0,41%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,53
    -0,48 (-0,54%)
     
  • OURO

    1.792,40
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    23.304,50
    +107,64 (+0,46%)
     
  • CMC Crypto 200

    533,20
    -2,02 (-0,38%)
     
  • S&P500

    4.145,19
    -6,75 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    32.803,47
    +76,67 (+0,23%)
     
  • FTSE

    7.439,74
    -8,32 (-0,11%)
     
  • HANG SENG

    20.201,94
    +27,94 (+0,14%)
     
  • NIKKEI

    28.175,87
    +243,67 (+0,87%)
     
  • NASDAQ

    13.216,50
    -12,25 (-0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2565
    -0,0840 (-1,57%)
     

Maior diamante rosa puro é descoberto em Angola

Illuminated Red Diamond Stone in Switzerland.
Illuminated Red Diamond Stone in Switzerland.
  • Mineiros do país descobriram a pedra, que tem 170 quilates;

  • Diamante será leiloado pela companhia estatal do país;

  • Angola é conhecida por ser um dos 10 maiores produtores de diamantes do mundo.

Mineiros em Angola encontraram o maior diamante rosa puro dos últimos 300 anos. De acordo com a dona da mina, a empresa australiana Lucapa Diamond Company, a pedra preciosa tem cerca de 170 quilates e é um dos mais raros do mundo.

"Apenas um em cada 10 mil diamantes é todo coberto pela cor rosa. Então, certamente estamos olhando para um artigo muito raro quando encontramos um diamante rosa muito grande", afirmou o CEO da companhia, Stephen Wetherall.

Mesmo com seu tamanho e da raridade de sua cor, o diamante encontrado em Angola não está entre os maiores do mundo. Na África do Sul, por exemplo, foi encontrado um diamante de 3,1 mil quilates em 1905.

O exemplar irá a leilão pela companhia estatal de Angola, cujas minas estão entre as dez maiores produtoras de diamantes no mundo. A responsável pelo leilão será a companhia estatal do país, que administra o mercado da pedra preciosa.

Mais cedo no ano foi a leilão também o maior diamante negro já encontrado. Com origem desconhecida, suspeita-se que tenha chegado ao planeta em um meteorito há 2,6 milhões de anos, a pedra tem 555,55 quilates, e foi lapidado em 55 faces, o que lhe rendeu o apelido de Hamsa, símbolo de poder e proteção no Oriente Médio cuja forma se assemelha a uma palma da mão.

Outro diamante que chegou às notícias recentemente foi o "Diamante da Cruz Vermelha", que apesar do nome tem coloração amarela. Com 205 quilates, a pedra foi extraída também da África do Sul, e foi vendida pela primeira vez com o intuito de ajudar a instituição de caridade pela qual foi nomeado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos