Mercado fechará em 3 h 26 min
  • BOVESPA

    125.125,37
    -1.021,29 (-0,81%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.207,83
    -32,68 (-0,07%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,87
    -0,04 (-0,06%)
     
  • OURO

    1.804,60
    -0,80 (-0,04%)
     
  • BTC-USD

    32.116,11
    -202,70 (-0,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    776,70
    -17,03 (-2,15%)
     
  • S&P500

    4.402,79
    +35,31 (+0,81%)
     
  • DOW JONES

    35.021,97
    +198,62 (+0,57%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.077,75
    +149,25 (+1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0908
    -0,0294 (-0,48%)
     

Maior Boeing 737 MAX se prepara para voo inaugural

·1 minuto de leitura

Por Eric M. Johnson

SEATTLE, Estados Unidos (Reuters) - A Boeing se prepara para fazer nesta sexta-feira o voo inaugural do maior integrante da família de aviões 737 MAX, em um passo para se recuperar dos meses de paralisação da frota de um modelo menor da aeronave.

O primeiro voo do 737 MAX 10 está programado para ocorrer às 14h (horário de Brasília) na região de Seattle. A aeronave ainda vai passar por meses de testes e certificação antes de entrar em serviço em 2023.

Diferente da habitual festa que marca primeiros voos de aeronaves, o evento do 737 MAX foi deliberadamente mantido discreto, uma vez que a Boeing tenta superar crises seguidas causadas pela paralisação de 20 meses da frota menor da família após duas quedas que mataram centenas de pessoas.

O avião de 230 lugares é projetado para reduzir o espaço entre o 737-9, capaz de levar entre 178 e 220 passageiros, e o A321neo, da Airbus, que domina o mercado de aviões de corredor único e tem capacidade para 185 a 240 assentos.

Porém, a oportunidade de mercado para o 737 MAX 10 é restringida pelo alcance da aeronave de 3.300 milhas náuticas (6.100 quilômetros), menor que as 4 mil milhas do A321neo.

O voo desta sexta-feira também vai mostrar uma versão modernizada do sistema de pouso, em meio à batalha da indústria para conseguir o máximo de alcance possível da atual geração de jatos de corredor único.

A aeronave eleva a altura do trem de pouso durante decolagens e pousos, um design necessário para compensar o comprimento adicional do MAX 10 e evitar que o avião raspe a cauda na pista durante a decolagem.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos