Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    61.069,77
    +42,90 (+0,07%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Maior banco digital britânico usa Bitcoin para fazer pagamento internacional – porque é mais barato

·2 minuto de leitura
Revolut
Revolut

Um dos maiores aplicativos de pagamentos digitais do mundo, com cerca de 15 milhões de clientes, vai usar bitcoins para pagar por um espaço de escritório no WeWork.

O espaço é o maior da empresa até agora e está localizado em Dallas, EUA. De acordo com Revolut, o movimento é para enfatizar o compromisso da empresa com Bitcoin e outras criptomoedas.

O pagamento feito com bitcoin destacará a “fé crescente” da empresa na criptomoeda como meio de liquidação e eliminará “onerosas taxas de transações internacionais”, disse Revolut.

O pagamento com bitcoin evita a necessidade de usar intermediários para a transação, poupando assim a empresa britânica de taxas de remessas internacionais.

“A Revolut ocupará espaço para mais de 300 funcionários no WeWork em Dallas, o centro de expansão da empresa nos Estados Unidos.

Revolut também será o primeiro membro corporativo da WeWork a assinar um novo espaço usando criptomoeda, especificamente Bitcoin, já que estabelece seu maior escritório nos Estados Unidos.”

Revolut

A fintech do Reino Unido alcançou o status de unicórnio em 2018. Atualmente, busca conseguir a licença bancária nos Estados Unidos. O App oferece possibilidade de fazer transações em 24 moedas diferentes, incluindo criptomoedas.

A ação pode soar como um truque de marketing, mas os bitcoins são reais e provavelmente somam pelo menos US $ 1 milhão se for um contrato anual.

Os bitcoins também serão mantidos pela WeWork, que anunciou em abril que os aceitará junto com Ethereum, declarando que a WeWork também manterá a criptomoeda em seu balanço patrimonial.

A Coinbase também pagou a empresa em criptomoedas, tornando essa expansão dos pagamentos com criptos um desenvolvimento um tanto silencioso, mas crescente, que passou um pouco despercebido.

Neste caso específico em que o WeWork realmente mantém a criptomoeda, também torna a situação interessante porque as criptos são efetivamente retiradas de circulação pela empresa que a mantém como um hedge.

A empresa oferece negociação de bitcoin, ethereum, litecoin e bch. Quanto mais as criptomoedas crescem, mais comércio e, portanto, mais lucros.

“Estamos entusiasmados em continuar em nossa trajetória de crescimento rápido com um parceiro inovador como a WeWork, que nos dá a flexibilidade de pagar usando criptomoedas – uma tecnologia em cujo futuro acreditamos veementemente – à medida que a Revolut se expande nos EUA e ao redor do mundo”, disse Rhebecka D’Silva, chefe global de bens imóveis da Revolut.

Em julho, o banco online Revolut levantou US $ 800 milhões com uma avaliação de US $ 33 bilhões . Os recursos foram planejados para serem usados ​​no lançamento de novos serviços, bem como para entrar nos mercados dos Estados Unidos e da Índia.

A Revolut é atualmente a startup de fintech mais cara do Reino Unido e a segunda empresa mais valiosa da Europa em valor de mercado.

A notícia destaca a crescente adoção do Bitcoin e outras criptomoedas como opções de pagamento para clientes em várias partes do mundo.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos