Mercado fechado

Maia quer que pacote anticrime seja votado nas próximas semanas

Isadora Peron

O anúncio foi feito sem a presença de Moro, mas ao lado de Alexandre de Moraes, do Supremo O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que pretende votar em plenário na próxima semana o pacote anticrime. O anúncio foi feito sem presença do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, mas ao lado do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

“Em relação ao cronograma, nossa intenção é poder aprovar a urgência na próxima semana e, se tiver acordo, votar o mérito. Ou, senão, votar a urgência na próxima semana e o mérito na semana seguinte”, disse Maia após reunir-se com Moraes no Supremo.

Maia estava acompanhado de parlamentares do grupo de trabalho que sistematizou as propostas de Moro e de Moraes em um só projeto.

Durante o processo, que durou mais de sete meses, Moro se queixou da lentidão da tramitação e do fato de diversas propostas do seu pacote serem excluídas, como a previsão da prisão após condenação em segunda instância, que agora tramita como PEC na Câmara.

Moraes, por sua vez, parabenizou o grupo de trabalho e afirmou que eles fizeram um trabalho “perfeito tecnicamente e democraticamente”. O ministro também se disse satisfeito pelo fato de o relatório final manter cerca de 90% das propostas elaboradas pelo grupo de juristas coordenado por ele.