Mercado abrirá em 2 h 35 min
  • BOVESPA

    121.241,63
    +892,84 (+0,74%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.458,02
    +565,74 (+1,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,46
    +0,10 (+0,19%)
     
  • OURO

    1.842,30
    +12,40 (+0,68%)
     
  • BTC-USD

    37.266,07
    +824,34 (+2,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    734,57
    -0,57 (-0,08%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,24 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.737,64
    +16,99 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    29.642,28
    +779,51 (+2,70%)
     
  • NIKKEI

    28.633,46
    +391,25 (+1,39%)
     
  • NASDAQ

    12.921,25
    +119,00 (+0,93%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4102
    +0,0149 (+0,23%)
     

Maia diz que LDO sem meta fiscal para 2021 é "jabuticaba"

Por Maria Carolina Marcello
·1 minuto de leitura
Presidente da Câmara, Rodrigo Maia

Por Maria Carolina Marcello

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu nesta quinta-feira que a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2021 defina uma meta para as contas públicas, e classificou a ausência dela ou a adoção de uma faixa flexível como "jabuticaba brasileira".

O deputado disse acreditar que as tentativas de evitar a definição de uma meta devem-se à falta de vontade de "organizar" um contingenciamento.

"Isso é uma sinalização muito ruim. A gente tem que aprovar a LDO com uma meta. Que o governo diga --como o Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central) diz quando toma uma decisão sobre juros qual é a tendência-- que haverá sempre o risco, pela incerteza, de que a meta possa ser reestabelecida durante a execução orçamentária", disse Maia a jornalistas ao chegar à Câmara.

"Agora não ter meta ou meta flexível é uma jabuticaba brasileira, né", afirmou.