Mercado fechado
  • BOVESPA

    115.202,23
    +2.512,05 (+2,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.342,54
    +338,35 (+0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,28
    +2,45 (+3,84%)
     
  • OURO

    1.698,20
    -2,50 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    48.319,22
    +855,26 (+1,80%)
     
  • CMC Crypto 200

    982,93
    +39,75 (+4,21%)
     
  • S&P500

    3.841,94
    +73,47 (+1,95%)
     
  • DOW JONES

    31.496,30
    +572,16 (+1,85%)
     
  • FTSE

    6.630,52
    -20,36 (-0,31%)
     
  • HANG SENG

    29.098,29
    -138,50 (-0,47%)
     
  • NIKKEI

    28.864,32
    -65,78 (-0,23%)
     
  • NASDAQ

    12.652,50
    +197,50 (+1,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7780
    -0,0079 (-0,12%)
     

Magnata mexicano Carlos Slim sofre de covid-19 há mais de uma semana

·2 minuto de leitura
(ARQUIVOS) Nesta foto de arquivo tirada em 16 de outubro de 2019, o magnata mexicano Carlos Slim gesticula enquanto fala durante uma coletiva de imprensa no escritório da Inbursa na Cidade do México

Carlos Slim, o magnata mexicano das comunicações de 80 anos e o homem mais rico da América Latina, está infectado com a covid-19 e apresenta "sintomas leves" por mais de uma semana, informou seu filho mais velho na segunda-feira (25).

A notícia de que Slim adoeceu com covid-19 foi divulgada minutos antes do fechamento das bolsas de valores do México e de Nova York.

Seu filho, Carlos Slim Domit, informou no Twitter que o dono da América Móvil foi a um hospital público “para fazer análises clínicas, acompanhamento e tratamento oportuno”.

"Ele está muito bem. Ele teve uma evolução muito favorável para covid-19, com mais de uma semana de sintomas leves", acrescentou Slim Domit, sem especificar quando seu pai foi diagnosticado.

Por meio de sua fundação, Slim participa do financiamento da vacina contra a covid-19 desenvolvida pelo laboratório britânico AstraZeneca e pela Universidade de Oxford.

O imunizador é produzido na Argentina e começou a ser embalado no México para distribuição sem fins lucrativos na América Latina.

Slim é o homem mais rico da América Latina, com fortuna estimada em 59,9 bilhões de dólares, segundo a revista Forbes, que o coloca em 21º lugar entre os milionários do mundo.

A América Móvil é a empresa de telefonia dominante no mercado latino-americano e está presente na Europa, Áustria e Estados Unidos.

O contágio de Slim vem a público um dia depois que o presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, anunciou que testou positivo para covid-19.

O governo informou nesta segunda-feira que o presidente está "bem e forte" e despachando no Palácio Nacional.

José Kuri Harfush, um empresário próximo a Slim e que era conselheiro em duas empresas do magnata, morreu de complicações relacionadas ao novo coronavírus em julho passado aos 71 anos de idade.

sem/axm/yow/ap/mvv