Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.235,76
    +1.584,71 (+1,46%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.808,21
    +566,41 (+1,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,70
    -0,23 (-0,25%)
     
  • OURO

    1.802,50
    -11,20 (-0,62%)
     
  • BTC-USD

    24.379,82
    +1.470,83 (+6,42%)
     
  • CMC Crypto 200

    575,65
    +44,43 (+8,36%)
     
  • S&P500

    4.210,24
    +87,77 (+2,13%)
     
  • DOW JONES

    33.309,51
    +535,11 (+1,63%)
     
  • FTSE

    7.507,11
    +18,96 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    19.826,44
    +215,60 (+1,10%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.439,75
    +47,75 (+0,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2479
    +0,0015 (+0,03%)
     

Magazine Luiza reverte prejuízo e lucra R$ 95,5 milhões no segundo trimestre

·3 min de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO: O CEO da Magazine Luiza, Frederico Trajano. (Foto: Mastrangelo Reino/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO: O CEO da Magazine Luiza, Frederico Trajano. (Foto: Mastrangelo Reino/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A varejista Magazine Luiza registrou no segundo trimestre deste ano lucro líquido de R$ 95,5 milhões, revertendo o prejuízo de R$ 64,5 milhões apresentado no mesmo período do ano passado, fase mais aguda da pandemia para o comércio.

O resultado positivo, porém, ainda representa um quarto do lucro de R$ 386,6 milhões observado no segundo trimestre de 2019. Mas ficou próximo do lucro líquido ajustado do período (que não considera ganhos líquidos não recorrentes), de R$ 108,5 milhões.

O lucro líquido ajustado do segundo trimestre deste ano atingiu R$ 89,1 milhões no intervalo entre abril e junho, revertendo o resultado negativo de R$ 62,2 milhões na comparação anual.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) do segundo trimestre de 2021 somou R$ 465,1 milhões, alta de 223,6% sobre igual período do ano passado. O Ebitda deste ano é 22,4% superior ao do Ebtida do segundo trimestre de 2019, de R$ 379,9 milhões.

"O ano de 2020 foi atípico e o melhor que temos é comparar os resultados aos dados de 2019, antes da pandemia", afirmou Frederico Trajano, presidente da Magalu, à reportagem. O executivo se diz "moderadamente otimista" com a economia nos próximos meses, por conta do avanço da vacinação. "Mas o momento exige cuidado e atenção da sociedade, por conta de reformas estruturais importantes que estão em curso, a tributária e a política", afirmou.

O resultado financeiro da varejista entre abril e junho deste ano ficou positivo em R$ 229,7 milhões, alta de 142,9% na comparação anual, mas 11,5% inferior ao de dois anos atrás (R$ 256 milhões).

A receita líquida da companhia atingiu R$ 9,01 bilhões no segundo trimestre do ano, uma alta de 61,9% na comparação anual. O indicador é mais do que o dobro da receita líquida do segundo trimestre de 2019, que somou R$ 4,3 bilhões.

Já a receita bruta somou R$ 10,91 bilhões entre abril e junho, um aumento de 60,1% sobre igual período do ano passado. O valor deste ano é mais do que o dobro da receita bruta do segundo trimestre de 2019, que havia chegado a R$ 5,11 bilhões.

As vendas totais, incluindo lojas físicas, ecommerce e marketplace (que envolve as vendas de terceiros no site da companhia), atingiu R$ 13,74 bilhões no trimestre, alta de 60,5% na comparação anual. Mas a representatividade do comércio eletrônico dentro das vendas totais caiu de 78,5% para 71,6% no intervalo.

Só o marketplace atingiu R$ 3 bilhões, uma alta de 63% na comparação anual.

As vendas no conceito “mesmas lojas” mais do que dobraram na comparação entre os trimestres deste ano e de 2020: alta de 102,2%

A empresa promoveu em julho uma oferta subsequente de ações (follow-on), que levantou R$ 3,4 bilhões. Com isso, a sua posição de caixa ajustado hoje soma R$ 10 bilhões. O montante indica que o fluxo de aquisições deve continuar em alta.

Nos últimos meses, a empresa protagonizou movimentações de mercado importantes, como a entrada no estado do Rio de Janeiro e a maior aquisição da sua história, a KaBum!.

*

RAIO-X DO MAGAZINE LUIZA*

(dados de 2020)

Fundação: 1957, Franca (SP)

Faturamento: R$ 43,5 bilhões

Lucro: R$ 232 milhões

Funcionários: 47 mil

Presença física: 1.300 lojas em 21 estados

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos