Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,88 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,40 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,35
    +0,07 (+0,06%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,00 (+0,16%)
     
  • BTC-USD

    30.007,83
    +586,59 (+1,99%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,80 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,54 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,23 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.838,00
    -2,75 (-0,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1406
    -0,0782 (-1,50%)
     

Magazine Luiza lança Fintech Magalu com cartão e empréstimos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O Magazine Luiza lançou nesta quinta-feira (12) a Fintech Magalu, nova marca de serviços financeiros do grupo de varejo que reúne plataformas e equipes de startups adquiridas nos últimos anos. Segundo a empresa, a fintech nasce como uma das dez maiores do Brasil, com mais de 16 milhões de clientes, incluindo pessoas físicas e jurídicas.

O anúncio também incluiu o lançamento de um cartão de crédito para empresas, com foco nos mais de 160 mil sellers (pequenos lojistas) do marketplace da Magalu, e o empréstimo para pessoas físicas, oferecido no SuperApp da companhia com taxas de juros de 4% a 5% ao mês, dependendo da análise de cada cliente. A quantia é liberada diretamente no MagaluPay, a conta digital do Magalu, que pode ser usada para qualquer tipo de pagamento.

Fintech Magalu reunirá operações de cartão de crédito e empréstimo pessoal, entre outros (Imagem: Reprodução/Magazine Luiza)
Fintech Magalu reunirá operações de cartão de crédito e empréstimo pessoal, entre outros (Imagem: Reprodução/Magazine Luiza)

"Entendemos que agora é a hora de consolidar tudo isso é mostrar ao mercado o nosso braço de serviços financeiros", disse Robson Dantas, diretor da empresa, ao relembrar as aquisições recentes do Magazine Luiza que reforçam a nova operação: no ano passado a Hub Fintech, banco digital regulado pelo Banco Central, e a processadora de cartões de crédito Bit55; e em 2020 a Stoq, que faz gestão de pontos de venda.

Desde o início de 2020 que o conglomerado entrou no setor financeiro com a MagaluPay. No ano passado, surgiu a Luizacred, uma joint venture com o Itaú Unibanco para oferecer um cartão de crédito digital. "Agora vamos aprender com um público mais 'mar aberto', pois hoje fazemos essas operações dentro dos cartões da Luizacred, e faremos essa operação nova de forma interligada com o MagaluPay", disse Tatiana Ferreira, superintendente do LuizaCred.

Empréstimo pessoal ocorrerá nas contas no MagaluPay (Imagem: Reprodução/Magazine Luiza)
Empréstimo pessoal ocorrerá nas contas no MagaluPay (Imagem: Reprodução/Magazine Luiza)

Como as empresas que compõem a Fintech Magalu já operavam, no ano passado elas movimentaram juntas R$ 65 bilhões, incluindo verticais de cartão de crédito — que corresponde à maior parte, R$ 41 milhões —, sub-adquirência (maquininhas) e BAAS (banco como serviço, em inglês). As companhias também têm no portfólio 9 milhões de contas digitais e 7 milhões de cartões de crédito emitidos.

Há uma grande expectativa para a nova empresa do grupo facilitar a vida financeira dos pequenos lojistas do seu marketplace. De acordo com estimativas do Magalu, apenas 3% da base brasileira de cartões de crédito são corporativos. Segundo Dantas, a maior vantagem da fintech na concessão desse tipo de crédito é o conhecimento profundo dos sellers, o que amplia o mercado e reduz riscos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos