Mercado fechado

Magazine Luiza abrirá até 15 lojas em Brasília em 2020

Alexandre Melo

A empresa inaugurou o primeiro quiosque dentro da Marisa Lojas O Magazine Luiza planeja estrear no Distrito Federal com a inauguração de 10 a 15 lojas em abril de 2020, disse Fabricio Garcia, vice-presidente comercial e operacional da rede de eletroeletrônicos e móveis, nesta terça-feira.

Divulgação

O executivo participou de inauguração do primeiro quiosque do Magazine Luiza dentro da Marisa Lojas, que aconteceu na unidade da Avenida Paulista, em São Paulo. A varejista terá 300 quiosques em pontos da marca de vestuário distribuídos por todo o país.

As conversas para a parceria entre as redes começaram há três meses. Hoje, foram abertos as cinco primeiras unidades na capital e região metropolitana de São Paulo. Em janeiro, a meta é abrir mais 43 quiosques e o restante será inaugurado até maio de 2020.

“Vamos ter mais capilaridade no país por meio desta parceria, atuando em uma área que é nicho para o Magalu, que é smartphones”, afirmou Garcia.

Estes quiosques dentro da Marisa também vendem acessórios como fones de ouvidos, baterias, cartões de memória para celular, caixas de som e tomadas com wi-fi para deixar a casa conectada.

Com esta parceria, a rede de vestuário entra em uma nova categoria, depois de ter estreado em perfumes importados em 2018. Já o Magazine Luiza atuará em localidades onde não possui lojas como Rio de Janeiro, Brasília, Tocantins e Espírito Santo.

A rede de móveis e eletroeletrônicos será responsável pela estratégia comercial, logística, gestão de estoque, faturamento, contratação de funcionários. A intenção é estender a parceria para mais de 300 lojas até maio de 2020. Os demais 56 pontos não têm espaço para receber o quiosque.

Serão quatro modelos de quiosques instalados na Marisa, com tamanho entre 6 metros quadrados e 16 m2. Neste momento, os maiores ficarão localizados em Pinheiros, Osasco e Itapevi.

Marcelo Pimentel, presidente da Marisa Lojas, disse que a iniciativa concretiza o desejo da rede de ampliar a oferta de produtos aos clientes, como aparelhos eletrônicos. “Vai trazer um fluxo novo de clientes para nossas lojas. Em maio, estaremos vendendo celulares para o Dia das Mães em 300 lojas”.

Garcia, da Magazine Luiza, disse que nestes pontos também serão vendidos todo o sortimento do Magazine Luiza pelo celular, exceto vestuário. “Será como uma loja virtual do Magalu”, afirmou ele.