Mercado abrirá em 5 h 34 min
  • BOVESPA

    119.646,40
    -989,99 (-0,82%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.125,71
    -369,70 (-0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,28
    +0,04 (+0,08%)
     
  • OURO

    1.874,20
    +7,70 (+0,41%)
     
  • BTC-USD

    34.673,93
    +11,32 (+0,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    686,57
    +6,66 (+0,98%)
     
  • S&P500

    3.851,85
    +52,94 (+1,39%)
     
  • DOW JONES

    31.188,38
    +257,86 (+0,83%)
     
  • FTSE

    6.740,39
    +27,44 (+0,41%)
     
  • HANG SENG

    29.952,93
    -9,54 (-0,03%)
     
  • NIKKEI

    28.756,86
    +233,60 (+0,82%)
     
  • NASDAQ

    13.371,75
    +77,50 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4177
    +0,0097 (+0,15%)
     

Magalu adquire fintech e passa a oferecer conta bancária digital em seu superapp

Rui Maciel
·3 minuto de leitura

O Magazine Luiza anunciou nesta segunda-feira (21), a compra da Hub Fintech, uma plataforma de serviços para contas bancárias digitais e cartão pré-pago. A operação girou em torno de R$ 290 milhões. A companhia pertencia ao empresário Carlos Wizard Martins.

Segundo o Magalu, com a aquisição, os mais de 29 milhões de clientes pessoas físicas do Magalu e os 40 mil sellers do marketplace passam a contar com uma conta bancária digital com uma ampla gama de serviços, gratuita e que será totalmente integrada ao superapp da varejista.

A plataforma de serviços da Hub permitirá aos clientes do Magalu fazer compras, depósitos, transferências (P2P, TED, DOC e PIX), pagamentos (boletos, contas de consumo, impostos e PIX) e saques (lotéricas, caixas eletrônicos e lojas do Magalu). Os usuários ainda terão acesso a serviços como recarga de celular e de vale-transporte e também um cartão pré-pago que reflete o saldo da conta digital, permitindo também transações no mundo físico.

A partir da aquisição da Hub Fintech, usuários poderão fazer compras, depósitos, transferências, entre outras operações (Captura de imagem: Rui Maciel)
A partir da aquisição da Hub Fintech, usuários poderão fazer compras, depósitos, transferências, entre outras operações (Captura de imagem: Rui Maciel)

"A aquisição da Hub adianta em vários anos a jornada de desenvolvimento da nossa plataforma de pagamentos, tanto para pessoas jurídicas quanto para pessoas físicas", diz Frederico Trajano, CEO do Magalu, em comunicado. “Analisamos dezenas de fintechs no mercado. O processo foi longo porque tínhamos interesses bem específicos. Procurávamos um alvo asset light, com uma tecnologia proprietária forte e com acesso ao Sistema Brasileiro de Pagamentos. Encontramos a HUB".

Integração

Com operação iniciada em 2012, a Hub Fintech tem uma de suas subsidiárias, a Hub Pagamentos, regulada pelo Banco Central e totalmente integrada ao Sistema de Pagamentos Brasileiro e ao Sistema de Pagamentos Instantâneos (PIX).

A companhia é uma das maiores plataformas de Banking as a Service (BaaS) do país e líder no processamento de cartões pré-pagos (com capacidade de produção de 30 milhões de cartões por ano), atendendo clientes de diversos segmentos como varejo, mobilidade, instituições financeiras e outras fintechs.

Com cerca de 250 colaboradores, a Hub possui aproximadamente 4 milhões de contas digitais e cartões pré-pago ativos, que movimentaram R$ 7 bilhões nos últimos 12 meses. A companhia gerou uma receita bruta (não auditada) de R$ 159 milhões de reais, no mesmo período. O grupo de 100 desenvolvedores da fintech será integrado ao Luizalabs, que passa a contar com 1.500 profissionais de tecnologia e inovação.

A conclusão da aquisição da Hub Fintech pela Magalu Pagamentos precisa passar pela avaliação e aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) e do Banco Central. Pelo lado do Magalu, os advisors da operação foram o banco Rothschield e o Pinheiro Neto Advogados. A auditoria ficou sob a responsabilidade da EY.

A Hub Fintech foi a décima primeira compra estratégica do Magalu em 2020, cujo foco é o fortalecimento de seu ecossistema digital. Ainda nesse ano, a rede varejista adquiriu as startups AiQFome, Hubsales e Stoq, da plataforma de mídia da Inloco, da livraria online Estante Virtual, do site de notícias de tecnologia Canaltech, e da escola de marketing digital ComSchool.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: