Mercado abrirá em 6 h 2 min
  • BOVESPA

    113.707,76
    +195,76 (+0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.734,04
    -67,66 (-0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,87
    -0,24 (-0,27%)
     
  • OURO

    1.774,90
    -1,80 (-0,10%)
     
  • BTC-USD

    23.376,72
    -1.019,52 (-4,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    555,98
    -16,83 (-2,94%)
     
  • S&P500

    4.274,04
    -31,16 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    33.980,32
    -171,68 (-0,50%)
     
  • FTSE

    7.515,75
    -20,31 (-0,27%)
     
  • HANG SENG

    19.718,34
    -204,11 (-1,02%)
     
  • NIKKEI

    28.942,14
    -280,63 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    13.432,00
    -61,25 (-0,45%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2461
    -0,0131 (-0,25%)
     

Magalu abre inscrições para 5ª edição de curso de TI destinado a mulheres

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O Luiza Code, programa de aceleração da carreira de mulheres na tecnologia, é um sucesso absoluto já há quatro edições e, agora, o Magalu abre novamente o período de inscrições para mais uma: são 100 bolsas de estudo para Python, linguagem de programação bastante presente nas áreas de ciência de dados, aprendizado de máquina, desenvolvimento web e aplicativos. Desse total de vagas, 50 são destinadas para candidatas pretas.

O curso terá 100 horas de conteúdo online, elaborado pelo time de profissionais do Luizalabs, o setor de tecnologia do Magalu. A ideia é que as alunas possam adaptar suas rotinas enquanto aproveitem o programa, que contam com interações de professores em tempo real. “Essa é a quinta edição do Luiza Code, a segunda, apenas em 2022, motivo de muito orgulho para nós. Esse programa é importante para a companhia e para o mercado de tecnologia, que sofre com o baixo número de mulheres na área”, diz Patricia Pugas, diretora-executiva de gestão de pessoas do Magalu.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo PretaLab e Thoughtworks, as profissionais da ala feminina representam apenas 30% dos trabalhadores do setor de tecnologia. Com o Luiza Code, o Magalu, mulheres de todo o Brasil podem mudar um pouco esse cenário. O programa chega em sua quinta edição com mais de 450 alunas formadas. E parte das graduadas faz e fará parte do grupo de tecnologia da gigante do varejo.

As inscrições estarão abertas até 24 de julho e podem ser feitas pelo site da 5ª edição do Luiza Code.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos