Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.363,10
    -56,43 (-0,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.714,60
    -491,99 (-0,94%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,12
    -2,53 (-2,99%)
     
  • OURO

    1.798,50
    +5,10 (+0,28%)
     
  • BTC-USD

    58.808,09
    -3.463,07 (-5,56%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.410,49
    -63,84 (-4,33%)
     
  • S&P500

    4.551,68
    -23,11 (-0,51%)
     
  • DOW JONES

    35.490,69
    -266,19 (-0,74%)
     
  • FTSE

    7.253,27
    -24,35 (-0,33%)
     
  • HANG SENG

    25.628,74
    -409,53 (-1,57%)
     
  • NIKKEI

    29.098,24
    -7,77 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    15.595,50
    +50,50 (+0,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4390
    -0,0151 (-0,23%)
     

Magalu abre inscrições para 2º programa de trainee exclusivo para pessoas negras

·2 minuto de leitura

Universitários e recém-formados negros de todo o Brasil podem participar da seleção do Programa de Trainee 2022 do Magalu. Ao aceitar apenas candidatos negros, a iniciativa busca dar continuidade ao projeto de diversidade racial nos cargos de liderança da companhia. As inscrições podem ser feitas neste link.

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) 2019, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 56,1% da população brasileira é negra. No Magalu, 51,8% dos funcionários se consideram pretos ou pardos. Entre eles, 41,5% ocupam cargos de liderança.

Patricia Pugas, diretora-executiva de Gestão de Pessoas, diz que diversidade é um valor estratégico para a empresa. “Nossa intenção é que o quadro geral de colaboradores e o grupo de liderança reflitam a composição racial do país”, explica. “Um único programa exclusivo para negros não seria suficiente para atingirmos esse objetivo.”

Imagem: Reprodução/Envato/monkeybusiness
Imagem: Reprodução/Envato/monkeybusiness

O programa aceita candidatos formados em qualquer curso superior entre dezembro de 2018 e dezembro de 2021. Não é necessário ter fluência em língua inglesa nem experiência profissional anterior. A idade e a instituição de ensino frequentada pelos candidatos não são avaliadas pelos recrutadores.

O processo seletivo começa com testes online. Depois, os inscritos gravam um vídeo de apresentação profissional e são entrevistados pela equipe de gestão de pessoas. As etapas seguintes são a entrevista com diretores de área e com a Diretoria Executiva.

Os finalistas conversarão com Frederico Trajano, CEO da empresa. Os selecionados podem ser de qualquer lugar do país, mas devem ter disponibilidade para se mudar para São Paulo, já que vão atuar na sede da companhia. Selecionados de fora da cidade receberão auxílio-mudança.

Segunda edição

Esta é a segunda edição do programa de trainee exclusivo para pessoas negras. O formato foi escolhido por ser o caminho mais curto para formar líderes. A primeira edição selecionou 19 trainees entre os mais de 22 mil inscritos.

Imagem: Reprodução/Envato/Degroote-Stock
Imagem: Reprodução/Envato/Degroote-Stock

Outra forma de atrair profissionais negros é o programa de capacitação Luiza Code, voltado para formar mulheres para a área de tecnologia. As primeiras turmas do curso tiveram 50% das vagas destinadas a alunas negras. Em seis meses, mais de 100 programadoras pretas e pardas foram certificadas.

Todos os trainees selecionados terão salário de R$ 6.800. Os benefícios incluem vale-refeição ou vale-alimentação, vale-transporte, assistência médica e odontológica, desconto em produtos, previdência privada, participação nos resultados, subsídio para curso de inglês, grade de desenvolvimento para aceleração de carreira com rotação de atividades e sessões de mentoria, entre outros.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos