Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,95 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,70 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +2,70 (+2,55%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +5,60 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    19.265,84
    +87,04 (+0,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,83 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,42 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    +81,00 (+0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5587
    +0,0531 (+0,96%)
     

Maduro celebra 'passos significativos' dos EUA após licenças a petroleiras

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, comemorou neste sábado os "passos suaves, mas significativos", dos Estados Unidos ao "concederem licenças" a empresas petroleiras para operarem no país, no âmbito da flexibilização das sanções econômicas impostas ao governo chavista.

"Há uma semana, os Estados Unidos deram alguns passos suaves, mas significativos, ao concederem licenças à Chevron, Eni e Repsol para iniciarem processos que levem a produzir gás e petróleo na Venezuela, para exportar aos seus mercados naturais", disse o presidente em entrevista a uma rádio argentina, da qual a presidência venezuelana divulgou trechos.

A Casa Branca anunciou no mês passado a flexibilização de algumas sanções impostas ao governo Maduro em 2019, incluindo um embargo petroleiro.

jt/yow/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos