Mercado fechado
  • BOVESPA

    115.202,23
    +2.512,05 (+2,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.342,54
    +338,35 (+0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,28
    +2,45 (+3,84%)
     
  • OURO

    1.698,20
    -2,50 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    49.720,41
    +1.005,27 (+2,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    982,93
    +39,75 (+4,21%)
     
  • S&P500

    3.841,94
    +73,47 (+1,95%)
     
  • DOW JONES

    31.496,30
    +572,16 (+1,85%)
     
  • FTSE

    6.630,52
    -20,36 (-0,31%)
     
  • HANG SENG

    29.098,29
    -138,50 (-0,47%)
     
  • NIKKEI

    28.864,32
    -65,79 (-0,23%)
     
  • NASDAQ

    12.652,50
    +197,50 (+1,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7780
    -0,0079 (-0,12%)
     

Madson diz que primeiros 20 minutos decidiram duelo no Mineirão

LANCE!/DIARIO DO PEIXE
·1 minuto de leitura


O Santos coleciona três derrotas seguidas no Brasileirão. Jogando na noite desta terça-feira no Mineirão, o Peixe perdeu por 2 a 0 para o Atlético-MG.

Os dois gols do time atleticano foram marcados por Savarino com menos de 20 minutos de bola rolando. O primeiro deles, com dois minutos de partida.

No final do confronto, o jogador Madson, um dos atletas mais experientes do Santos, falou sobre o revés.

"Todos nós sabemos a importância do jogo de sábado (final da Libertadores). O professor Cuca tentou montar a melhor equipe para hoje, mas creio que foi um jogo muito travado, decidido nos primeiros 20 minutos. O Atlético praticamente não criou chance, assim como a gente. Acho que a equipe suportou bem, foram mesmo os 20 primeiros minutos que pecamos. Mas agora já passou, é concentrar e focar no sábado para quem sabe buscar o título", disse Madson ao microfone do canal Premiére.

Agora, todas atenções do Peixe mais do que nunca estão na final da Copa Libertadores. O duelo contra o Palmeiras, no Maracanã, ocorrerá no próximo sábado. Já no Brasileirão o Santos só volta a jogar no dia 03 de fevereiro, contra o Grêmio, no Sul. A equipe do técnico Cuca, com a derrota para o Atlético-MG, caiu para a décima colocação da tabela no campeonato nacional.