Mercado abrirá em 4 h 18 min

Macron propõe a Biden negociar acordo em disputa Airbus-Boeing

·1 minuto de leitura
O presidente francês, Emmanuel Macron

O presidente francês Emmanuel Macron propôs ao presidente americano Joe Biden negociar um acordo para resolver a disputa comercial de longa data entre Boeing e Airbus, informaram meios de comunicação nesta quarta-feira (10).

Macron falou sobre a ideia durante um telefonema com Biden em 24 de janeiro, informou a CNBC, citando uma pessoa familiarizada com a conversa.

Conforme relatado, Biden respondeu que sua administração acompanharia a situação, mas "não se comprometeu com o resultado", disse a CNBC.

Os informes oficiais das ligações dos governos americano e francês não mencionaram a questão aeroespacial, e as autoridades americanas não responderam aos pedidos de comentários da AFP.

Estados Unidos e União Europeia mantêm desde 2004 divergências sobre supostas práticas comerciais desleais, com ambas as partes alegando que a outra fornece apoio a empresas privadas que violam acordos comerciais internacionais.

Ambas as partes obtiveram decisões da Organização Mundial do Comércio (OMC) permitindo tarifas punitivas.

O representante comercial dos EUA anunciou em dezembro novas tarifas sobre peças de aeronaves, vinho e conhaque da França e Alemanha, adicionando-as a uma longa lista de produtos de países da UE que estão sujeitos a tarifas de 25% desde 2019.

Por sua vez, a Comissão Europeia afirmou, em resposta à medida, que "lamenta que os Estados Unidos tenham optado por adicionar mais produtos da UE à sua lista de retaliação no caso Airbus da OMC sobre subsídios a aeronaves".

Após uma decisão da OMC em outubro, a UE impôs em novembro tarifas alfandegárias adicionais sobre produtos americanos no valor de US$ 4 bilhões, incluindo aviões Boeing e produtos agrícolas como trigo e tabaco, bem como álcool forte e chocolate.

jmb/cs/mls/mps/mr