Mercado abrirá em 4 h 54 min
  • BOVESPA

    129.264,96
    +859,61 (+0,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.315,69
    -3,88 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,15
    -0,51 (-0,69%)
     
  • OURO

    1.777,80
    -5,10 (-0,29%)
     
  • BTC-USD

    32.299,59
    -666,18 (-2,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    778,30
    -72,04 (-8,47%)
     
  • S&P500

    4.224,79
    +58,34 (+1,40%)
     
  • DOW JONES

    33.876,97
    +586,89 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.072,67
    +10,38 (+0,15%)
     
  • HANG SENG

    28.340,70
    -148,30 (-0,52%)
     
  • NIKKEI

    28.884,13
    +873,20 (+3,12%)
     
  • NASDAQ

    14.067,75
    -62,25 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9719
    -0,0034 (-0,06%)
     

macOS Monterey deixará recursos de fora em Macs Intel

·2 minuto de leitura
macOS Monterey deixará recursos de fora em Macs Intel
macOS Monterey deixará recursos de fora em Macs Intel

A Apple anunciou, na última segunda-feira (7), na conferência para desenvolvedores WWDC21, a próxima grande atualização do sistema operacional dos seus computadores, o macOS Monterey. Mas, para a insatisfação de alguns consumidores, parte dos recursos mais interessantes não chegarão aos modelos baseados em Intel.

A informação ficou em letras pequenas, no site da empresa. Bem no final da página, é possível ler que a atualização do software que chega ainda este ano estará “disponível em computadores Mac com o chip M1”. Além disso, outra novidade, o áudio espacial, será apenas para modelos a partir de 2018.

Leia mais:

Vale lembrar que os computadores da Apple com o processador M1 só começaram a ser vendidos em novembro de 2020. Ele é um system-on-chip, reunindo vários componentes que normalmente seriam espalhados pela placa-mãe.

macOS M1
A Apple lançou seu processador próprio em novembro de 2020. Imagem: Shutterstock

Confira os recursos do macOS Monterey que não chegarão aos dispositivos com Intel:

  • Modo retrato do FaceTime: o recurso permite desfocar o fundo enquanto o usuário está em videochamada

  • Live Text: a novidade deixa interagir com textos em fotos e imagens, capaz ainda de copiar e colar as palavras

  • Nova visão do globo no aplicativo Apple Maps e mapas detalhados de cidades como São Francisco, Los Angeles, Nova York e Londres

  • Conversão de texto para fala em vozes neuronais nos idiomas sueco, dinamarquês, norueguês e finlandês

  • Ditado off-line e ditado sem limite de tempo (em versões anteriores, o ditado é limitado a 60 segundos)

De acordo com o site The Verge, essas exclusividades do macOS Monterey para computadores com chip M1 sugerem que a Apple pode, futuramente, fazer recursos apenas para dispositivos com seus próprios chips. Mas, em junho de 2020, quando anunciou a transição para o processador próprio, a empresa prometeu “continuar a oferecer suporte e lançar novas versões do macOS para Macs baseados em Intel nos próximos anos”. Pelo visto, não.

Via: The Verge

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos