Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,91 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,62 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.753,90
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    48.374,88
    +977,89 (+2,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,62%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,44 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.530,00
    +12,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

Maconha na 'Bolsa': empresa de cannabis planeja IPO

·1 minuto de leitura
  • A empresa tem direito de cultivar, processar e embalar produtos à base de cannabis;

  • Cilo pretende expandir o mercado nos próximos 12 meses;

  • O dinheiro arrecadado será usado para seu negócio de cannabis, além de suplementos para saúde.

A sul-africana Cilo Cybin Pharmaceutical Ltd. planeja abertura de capital com IPO, conforme publicou o Estadão Investidor. A empresa tem direito de cultivar, processar e embalar produtos à base de cannabis e pretende expandir o mercado nos próximos 12 meses. O dinheiro arrecadado será usado para seu negócio de cannabis, além de suplementos para saúde.

A Cilo utiliza a variedade “Durban Poison” (Veneno de Durban) com altos níveis de tetra-hidrocanabinol (THC), a principal substância psicoativa da cannabis. 

Os valores arrecadados pela expansão serão usados para desenvolver outras atividades como o biohacking, a prática de usar aplicativos ou suplementos para melhorar a saúde.

Leia também:

A empresa, que leva o nome da substância psicoativa presente nos cogumelos alucinógenos (psilocybin em inglês e psilocibina em português), recebeu a certificação necessária da Autoridade Reguladora de Produtos de Saúde da África do Sul (SAHPRA, na sigla em inglês). 

Agora ela será capaz de produzir maconha para vender a consumidores em todo o mundo, disse o fundador e CEO Gabriel Theron em entrevista.

“O plano para os próximos 12 meses é abrir o capital“, disse Theron, 40 anos, nas instalações da Cilo Cybin perto de Pretória. “Estamos planejando uma dupla listagem, com o quadro principal (Main Board) sendo a Bolsa de Valores de Joanesburgo, e estamos pensando na Bolsa de Luxemburgo talvez para uma listagem secundária ou outra bolsa na Europa.”

Embora a indústria da cannabis tenha sido legalizada em diversos países, as empresas atualmente estão apostando que uma movimentação semelhante ocorrerá no mercado para substâncias psicodélicas. 

Apenas em 2020, a comercialização legal da planta movimentou 21,3 bilhões de reais, um aumento 48% em comparação com o ano anterior.

A perspectiva de liberação da erva em diversos países aumentam as possibilidades de investimento no mercado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos