Mercado fechará em 2 h 30 min
  • BOVESPA

    114.505,26
    -1.162,52 (-1,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.300,13
    +148,75 (+0,33%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,33
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.777,20
    -20,70 (-1,15%)
     
  • BTC-USD

    50.037,27
    +433,42 (+0,87%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.000,58
    +5,92 (+0,59%)
     
  • S&P500

    3.857,33
    -68,10 (-1,73%)
     
  • DOW JONES

    31.580,80
    -381,06 (-1,19%)
     
  • FTSE

    6.651,96
    -7,01 (-0,11%)
     
  • HANG SENG

    30.074,17
    +355,93 (+1,20%)
     
  • NIKKEI

    30.168,27
    +496,57 (+1,67%)
     
  • NASDAQ

    12.974,75
    -327,25 (-2,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7271
    +0,1566 (+2,38%)
     

Machismo: Rodrigo Duterte diz que presidência das Filipinas 'não é para mulheres'

Extra
·1 minuto de leitura

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, fez um comentário sexista sobre o cargo que ocupa. Para ele, mulheres não podem concorrer à presidência do país. A fala fez referência a própria filha dele, Sara Duterte, prefeita da cidade de Davao, que foi cotada para se eleger em 2022.

— Estão encorajando minha filha, mas eu disse: 'minha filha não está concorrendo.' Eu disse a ela para não fazer isso porque teria pena dela se ela passasse pelo que eu experimentei. Isso não é para mulheres. Você sabe, a configuração emocional de uma mulher e de um homem é totalmente diferente. Ela vai se tornar uma tola aqui — disse o presidente nesta quinta-feira.

Questionada pelo portal "Rappler.com" sobre a fala do pai, a prefeita Sara Duterte disse que visitou o presidente no dia 8 janeiro, quando conto para ele que não pretendia se candidatar ao cargo. Segundo Sara, ele respondeu: 'muito bom'.

— Ele também disse que não queria que eu concorresse, mas nada sobre gênero foi discutido — ressaltou Sara, acrescentando: — Essa é a opinião dele. Não me ofenderei porque ele também respeitará minha opinião se eu disser o contrário.

Apesar do comentário preconceituoso, as Filipinas já tiveram duas mulheres como presidentes. Uma delas, Corazon Aquino, foi aliada de Duterte e o nomeou para seu primeiro cargo na política.

Não é a primeira vez que o presidente faz declarações de teor sexista. Ele já quis transformar estupro em uma piada e fez comentários misóginos sobre a vice-presidente, Leni Robredo.