Mercado fechado

MacBook Air, MacBook Pro e Mac mini com chip M1 não aceitam eGPUs

Wagner Wakka
·2 minuto de leitura

Os MacBook Air, MacBook Pro e Mac mini anunciados em 2020 e equipados com novo chip M1 em ARM não serão compatíveis com eGPUs. A informação vem do site oficial da empresa, que lista o acessório apenas para versões com processadores Intel, e não M1 da própria Apple.

A eGPU é como uma placa de vídeo portátil. É um aparelho modular ligado a uma porta Thunderbolt e que oferece mais potência de processamento gráfico para um aparelho. Como os produtos da Apple não tendem a ter uma placa de vídeo dedicada, as eGPUs são constantemente usadas para trabalhos de criatividade e games nos Macs.

Já que os novos aparelhos foram anunciados com porta Thunderbolt, a expectativa era de que as eGPUs fossem compatíveis. Contudo, pelo site da Apple, elas não aparecem listadas como acessórios dos Macs com chip M1, somente os que mantêm o processador da Intel.

<em>M1, novo chip proprietário da Apple (Foto: Reprodução/Apple)</em>
M1, novo chip proprietário da Apple (Foto: Reprodução/Apple)

Em resposta ao TechCrunch, a Apple confirmou que o site está correto e os chips não devem ter suporte para as eGPUs. Como as versões com processadores da Intel ainda são compatíveis com o acessório, a questão deve estar diretamente ligada mesmo ao M1. Contudo, a empresa não apresentou motivo para retirar o suporte.

O componente é um Sytem on a Chip (SoC) e conta com sua própria GPU de 8 núcleos integrada, com foco em processamento gráfico. Nos aparelhos apresentados pela companhia, o chip chega a ser até 6x mais potente dos modelos anteriores.

Os MacBook Air, MacBook Pro e Mac mini com chip proprietário da Apple foram apresentados no último evento da Maçã deste ano, na última terça-feira (10). Além disso, a companhia também mostrou novidades sobre o MacOS Big Sur 11.0.1.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: