Mínimo deveria ser de R$ 2.617,33 para brasileiro arcar com despesas

SÃO PAULO - O brasileiro precisaria de um salário mínimo no valor de R$ 2.617,33 em outubro para conseguir arcar com suas despesas básicas, de acordo com dados divulgados pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) nesta segunda-feira (5).

A entidade verificou que são necessários 4,21 vezes o valor do salário mínimo vigente na data para suprir as demandas do trabalhador. O cálculo foi feito com base no mínimo de R$ 622, em vigor desde o início do ano.

Em setembro, o valor necessário para suprir as necessidades mínimas do trabalhador era de R$ 2.616,41.

O salário mínimo necessário é o que segue o preceito constitucional de atender às necessidades vitais do cidadão e de sua família, como moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social, sendo reajustado periodicamente para preservar o poder de compra.

Cesta versus salário
O comprometimento com os gastos da cesta básica alcançava, em média, 46,95% do salário mínimo em outubro, após a dedução da parcela referente à Previdência Social, ante os 47,04% necessários em setembro. No mesmo período de 2011, o percentual comprometido era de 46,48%.

Confira o movimento do salário mínimo vigente e o necessário desde outubro de 2011 até o mesmo mês deste ano:

Salário mínimo vigente versus necessário
Mês Salário vigente Salário necessário
Fonte: Dieese
Outubro/11 R$ 545 R$ 2.329,94
Novembro/11 R$ 545 R$ 2.349,26
Dezembro/11 R$ 545 R$ 2.329,35
Janeiro/12 R$ 622 R$ 2.398,82
Fevereiro/12 R$ 622 R$ 2.323,21
Março/12 R$ 622 R$ 2.295,58
Abril/12 R$ 622 R$ 2.329,35
Maio/12 R$ 622 R$ 2.383,28
Junho/12 R$ 622 R$ 2.416,38
Julho/12 R$ 622 R$ 2.519,97
Agosto/12 R$ 622 R$ 2.589,78
Setembro/12 R$ 622 R$ 2.616,41
Outubro/12 R$ 622 R$ 2.617,33
Carregando...