Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.177,55
    -92,52 (-0,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    55.164,01
    +292,65 (+0,53%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,10
    +0,95 (+1,19%)
     
  • OURO

    1.929,70
    -12,90 (-0,66%)
     
  • BTC-USD

    23.085,21
    -320,31 (-1,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    523,89
    -3,30 (-0,63%)
     
  • S&P500

    4.060,43
    +44,21 (+1,10%)
     
  • DOW JONES

    33.949,41
    +205,57 (+0,61%)
     
  • FTSE

    7.761,11
    +16,24 (+0,21%)
     
  • HANG SENG

    22.566,78
    +522,13 (+2,37%)
     
  • NIKKEI

    27.362,75
    -32,26 (-0,12%)
     
  • NASDAQ

    12.060,50
    +187,25 (+1,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5209
    -0,0179 (-0,32%)
     

México pode registrar temperatura de -15ºC com frente fria vindo dos EUA

A frente fria que vem avançando sobre os Estados Unidos e Canadá deve estender seus efeitos ao México ainda nesta quarta-feira (28). São esperadas rajadas de vento de até 100 km/h e a temperatura deve cair para até -15ºC em certas regiões do país. Migrantes acampados na fronteira com os Estados Unidos devem ser os mais afetados.

Um comunicado emitido hoje pelo Serviço Meteorológico Nacional do México alerta a população em relação aos efeitos da frente fria, que já causou graves consequências para os países ao norte. A temperatura na região montanhosa dos estados de Chihuahua e Durango, no norte do México, devem ficar entre -10 e -5ºC. Regiões mais ao sul, incluindo a capital, podem chegar a -5ºC.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Além do frio, ventos e chuvas fortes são esperados em todo o território. Nos estados de Baja California e Sonora, no noroeste do país, pode chover até 50 milímetros em um dia. Essa quantidade é aproximadamente a mesma que chove em São Paulo durante todo o mês de julho. Em Chihuahua, os ventos podem ultrapassar 100 km/h, levando à formação de redemoinhos de poeira nas regiões desérticas.

Preocupação com a população

O governo mexicano recomenda que a população no geral evite se expôr ao frio e se agasalhe, com atenção em especial para as crianças, idosos e enfermos. O México não está acostumado com temperaturas tão baixas e a maioria das casas não possui aquecimento interno, algo comum nos EUA.

Ciudad Juárez, no estado mexicano de Chihuahua, faz fronteira com a cidade americana de El Paso. Migrantes acampam na fronteira esperando cruzá-la (Imagem: Alejandro Rosales/Wikimedia Commons)
Ciudad Juárez, no estado mexicano de Chihuahua, faz fronteira com a cidade americana de El Paso. Apesar do frio, migrantes acampam na fronteira esperando cruzá-la (Imagem: Alejandro Rosales/Wikimedia Commons)

Além disso, um grupo específico é fonte de maior preocupação: o de migrantes que acampam na fronteira entre México e Estados Unidos. Mexicanos, venezuelanos e nativos de outros países da América Central estão há semanas ao livre na região e, enquanto aguardam uma possibilidade de entrar no Texas pela cidade de El Paso, o grupo improvisa fogueiras. A perspectiva da concessão de asilo por parte dos EUA é incerta.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: