Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.941,68
    +51,80 (+0,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.463,55
    +320,55 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    115,07
    +0,98 (+0,86%)
     
  • OURO

    1.857,30
    +3,40 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    28.930,81
    +400,35 (+1,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    625,79
    -3,71 (-0,59%)
     
  • S&P500

    4.158,24
    +100,40 (+2,47%)
     
  • DOW JONES

    33.212,96
    +575,77 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.585,46
    +20,54 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    20.697,36
    +581,16 (+2,89%)
     
  • NIKKEI

    26.781,68
    +176,84 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    12.717,50
    +438,25 (+3,57%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0751
    -0,0429 (-0,84%)
     

Médicos fotografam vermes "andando" sob pele de paciente; veja

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Uma equipe de médicos espanhóis registrou o movimento das larvas de um parasita — o nematoide Strongyloides stercoralis — em um paciente internado, com o sistema imunológico comprometido. Pelas fotografias, é possível observar os invasores "deslizando" dentro da pele do indivíduo.

Publicado na revista científica New England Journal of Medicine, o relato de caso foi desenvolvido por médicos do Hospital Universitário de Madrid, na Espanha. O paciente foi diagnosticado com estrongiloidíase em sua fase mais grave.

Médicos espanhóis registram vermes deslizando sob a pele de paciente (Imagem: CDC/George R. Healy)
Médicos espanhóis registram vermes deslizando sob a pele de paciente (Imagem: CDC/George R. Healy)

Apesar do choque que as imagens do caso pode desencadear, a situação do paciente foi controlada. "Após o tratamento com ivermectina oral, a erupção cutânea e a diarreia do paciente diminuíram", explicam os médicos responsáveis.

Larvas em movimento dentro da pele

No relato, foi detalhado o caso de um homem de 64 anos, com câncer no pulmão. Inicialmente, o paciente apresentou erupção cutânea com coceira e diarreia leve, enquanto estava hospitalizado. Ele também recebia medicamentos que afetavam o funcionamento do sistema imune. Basicamente, o indivíduo estava com um alto grau de imunossupressão.

Além disso, os autores do relato contam que "ele trabalhou na gestão de esgoto e viveu toda a sua vida em uma região urbana da Espanha". Aqui, é importante explicar que este tipo de verme parasita, que infecta o intestino, pode passar anos no organismo, sem ser detectado. Então, a invasão poderia ter ocorrido enquanto o indivíduo trabalhava com os dejetos, por exemplo. Posteriormente, as larvas do Strongyloides stercoralis também foram observadas no exame de fezes.

No caso, o paciente desenvolveu um quadro de hiperinfecção. Esta é uma complicação potencialmente fatal em que a proliferação da larva pode desencadear a sepse e a falência de múltiplos órgãos, mas, por causa do atendimento médico recebido, este não foi o caso.

Entenda o que aconteceu em 24 horas

Estudo revela movimentação de larvas de parasita na pele de paciente (Imagem: Reprodução/Peña et al., 2022/New England Journal of Medicine)
Estudo revela movimentação de larvas de parasita na pele de paciente (Imagem: Reprodução/Peña et al., 2022/New England Journal of Medicine)

Inicialmente, as fotos da infecção do paciente podem se parecer com tatuagens malfeitas ou ainda queloides, mas, dificilmente, alguém imaginaria que representavam uma infecção crítica e grave pelo parasita. Como as larvas avançaram pelo corpo, foi possível acompanhar o movimento delas por cerca de 24 horas.

"As lesões se originaram na região perianal e se espalharam rapidamente para o tronco e membros", explicam os médicos. No início, "as lesões foram delineadas com caneta (painel B); na reavaliação 24 horas depois, foi constatado que eles haviam migrado para longe de seus locais originais (Painel C)", contam sobre a movimentação das larvas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos