Mercado abrirá em 3 h 2 min
  • BOVESPA

    102.814,03
    +589,77 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.796,30
    +303,78 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,12
    -1,83 (-2,62%)
     
  • OURO

    1.797,00
    +11,80 (+0,66%)
     
  • BTC-USD

    57.056,22
    -189,87 (-0,33%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.440,24
    +11,31 (+0,79%)
     
  • S&P500

    4.655,27
    +60,65 (+1,32%)
     
  • DOW JONES

    35.135,94
    +236,60 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.031,79
    -78,16 (-1,10%)
     
  • HANG SENG

    23.475,26
    -376,98 (-1,58%)
     
  • NIKKEI

    27.821,76
    -462,16 (-1,63%)
     
  • NASDAQ

    16.310,00
    -80,75 (-0,49%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3506
    +0,0214 (+0,34%)
     

Máscaras reduzem risco de contrair Covid pela metade, diz estudo

·2 min de leitura

(Bloomberg) -- Enquanto a Covid-19 volta a avançar na Europa, um estudo destaca que medidas simples como uso de máscaras e lavar as mãos ajudam a evitar a doença.

Most Read from Bloomberg

Usar máscara reduz em mais da metade o risco de contrair Covid, segundo uma revisão de oito estudos publicados no British Medical Journal. Lavar as mãos também. Já o distanciamento físico reduz o risco em cerca de 25%.

Os dados são revelados em meio a evidências de que as campanhas de vacinação não foram suficientes para prevenir outra onda de Covid com o clima mais frio e pessoas dentro de casa, o que leva nações como Áustria e Países Baixos a retomarem as restrições.

“É provável que um maior controle da pandemia de Covid-19 dependa não apenas da alta cobertura de vacinação e sua eficácia, mas também da adesão contínua a medidas de saúde pública eficazes e sustentáveis”, disseram autores como Stella Talic, principal pesquisadora do estudo e epidemiologista na Universidade Monash, em Melbourne, segundo a revista médica.

Os cientistas tiveram dificuldade para avaliar as medidas de saúde pública e disseram que não puderam analisar outras ações, como quarentenas, lockdowns e fechamento de escolas, porque os estudos eram muito díspares. A equipe pediu mais pesquisas e destacou que suas descobertas são limitadas pela falta de dados confiáveis e comparáveis.

Um editorial também publicado no BMJ disse que o financiamento de medidas de saúde pública representa apenas 4% da pesquisa global de Covid.

“Considerando a importância central de saúde pública e medidas sociais para o controle da pandemia, as incertezas e controvérsias em torno de seus efeitos e o imenso esforço de pesquisa sendo feito para o desenvolvimento de vacinas e medicamentos, essa falta de investimento em medidas de saúde pública é intrigante”, disse Paul Glasziou, diretor do Instituto para Saúde com base em Evidências da Universidade Bond, na Austrália, em editorial com cientistas do Reino Unido e da Noruega.

Glasziou e colegas também buscaram explicar os dados dos pesquisadores sobre a lavagem das mãos, uma conclusão surpreendente, considerando que a transmissão do coronavírus ocorre principalmente por via aérea. Os resultados podem refletir como as pessoas que lavam as mãos com frequência também tendem a tomar outras medidas.

“É provável que lavar as mãos seja um marcador para vários comportamentos de proteção, como evitar multidões, distanciar-se e usar máscara”, disseram.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos