Mercado fechado

#Verificamos: É montagem foto de pessoa com tornozeleira eletrônica e tatuagem do ex-presidente Lula na perna

É montagem foto de pessoa com tornozeleira eletrônica e tatuagem do ex-presidente Lula na perna - Foto: Reprodução

por ÍTALO RÔMANY

Circula nas redes sociais uma imagem de uma pessoa sentada, de tornozeleira eletrônica, com uma tatuagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na perna. A legenda diz: “Quando te perguntarem o que é coerência mostre essa imagem”. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

É montagem foto de pessoa com tornozeleira eletrônica e tatuagem do ex-presidente Lula na perna - Foto: Reprodução

“Quando te perguntarem o que é coerência mostre essa imagem”
Legenda de imagem publicada no Facebook que, até as 14h do dia 16 de junho de 2020, tinha sido compartilhada por mais de 250 pessoas

FALSO

A foto analisada pela Lupa é uma montagem. Usando o serviço de busca reversa Tin Eye, é possível encontrar a mesma imagem, de janeiro de 2018. Na foto original, a pessoa com uma tatuagem de Lula na perna não usa uma tornozeleira eletrônica. Logo, esse elemento foi inserido digitalmente.

Não é possível saber onde e quando foi registrada a foto. A versão mais antiga da foto original circula com a marca d’água de um perfil de Instagram chamado @nacaoconservadora. Na rede social, a imagem, sem a tornozeleira eletrônica, foi publicada em 09 de janeiro de 2018 com a seguinte legenda: “A demência não tem limites”.

Já a versão alterada circula com uma marca d’água de uma conta de apoio ao deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), cujo endereço é @edunapresidencia. Ela foi publicada originalmente em 2 de abril de 2019. Contudo, ela segue circulando nas redes desde então.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés