Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,44 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,75 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,74
    -1,49 (-1,83%)
     
  • OURO

    1.668,30
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    19.246,48
    -237,35 (-1,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,10 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,96 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,84 (-1,83%)
     
  • NASDAQ

    11.058,25
    -170,00 (-1,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3079
    +0,0099 (+0,19%)
     

Lula promete bônus de R$ 150 no Auxílio Brasil

Lula promete um bônus de R$ 150 no Auxílio Brasil para cada criança abaixo de 6 anos (MIGUEL SCHINCARIOL/AFP via Getty Images)
Lula promete um bônus de R$ 150 no Auxílio Brasil para cada criança abaixo de 6 anos (MIGUEL SCHINCARIOL/AFP via Getty Images)
  • Bônus será dado por cada criança abaixo de 6 anos, afirmou equipe do ex-presidente;

  • Valor de R$ 600 está mantido após o fim do ano, mas candidatos prometeram manter no próximo ano;

  • Orçamento do próximo ano, no entanto, não tem espaço para esses gastos.

O ex-presidente Lula afirmou, através de sua equipe de campanha, que pretende aumentar o benefício do Auxílio Brasil em R$ 150 para famílias que tenham crianças de até 6 anos de idade.

"O Lulinha vai garantir o Bolsa Família de R$600 com adicional de R$150 por criança de até 6 anos", informou a campanha. A promessa foi realizada nesta segunda-feira (28).

Esta quantia se somaria aos R$ 600 do Auxílio Brasil, que Lula afirmou que manterá em 2023 caso seja eleito. O bônus será dado para cada criança, ou seja, se a família tem 2 filhos menores de 6 anos, ela receberá R$ 300 a mais.

De acordo com os membros da executiva petista, o objetivo por trás do bônus é reduzir a perda de renda comparativa introduzida após as mudanças feitas por Bolsonaro. Hoje, uma família que possui mais membros recebe, proporcionalmente, um valor menor do que aquelas com menos integrantes.

Estima-se que a nova proposta afete um total de 9 milhões de crianças, mas não se falou do impacto desses valores no orçamento.

No debate presidencial da Band, realizado neste domingo (28), tanto o presidente em exercício Jair Bolsonaro, quando o ex-presidente Lula, mantiveram a promessa de continuar com o valor do Auxílio Brasil em R$ 600 no próximo ano. Por enquanto, no entanto, o valor só está mantido até os pagamentos de dezembro.

Os candidatos, contudo, fugiram de responder de onde virá os recursos para manter o programa neste valor, ou ainda adicionar mais pagamentos. A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que estabelece o orçamento do governo para o ano que vem, não prevê gastos nessa faixa.