Mercado fechará em 3 h 42 min
  • BOVESPA

    129.469,79
    -738,17 (-0,57%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.865,90
    -163,64 (-0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,70
    +0,82 (+1,16%)
     
  • OURO

    1.858,00
    -7,90 (-0,42%)
     
  • BTC-USD

    40.142,64
    -395,08 (-0,97%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.000,31
    -10,30 (-1,02%)
     
  • S&P500

    4.244,66
    -10,49 (-0,25%)
     
  • DOW JONES

    34.243,33
    -150,42 (-0,44%)
     
  • FTSE

    7.172,48
    +25,80 (+0,36%)
     
  • HANG SENG

    28.638,53
    -203,60 (-0,71%)
     
  • NIKKEI

    29.441,30
    +279,50 (+0,96%)
     
  • NASDAQ

    14.064,25
    -60,50 (-0,43%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1646
    +0,0331 (+0,54%)
     

Lula: Privatização da Eletrobras é 'crime' e põe em risco segurança energética

·1 minuto de leitura
SAO BERNARDO DO CAMPO, BRAZIL - MARCH 10: Luiz Inacio Lula da Silva, Brazil's former president, speaks during a press conference after convictions against him were annulled at the Sindicato dos Metalurgicos do ABC on March 10, 2021 in Sao Bernardo do Campo, Brazil. Minister Edson Fachin, of the Federal Supreme Court, annulled on Monday the criminal convictions against former leftist President Luiz Inacio Lula da Silva on the grounds that the city of Curitiba court did not have the authority to try him for corruption charges and he must be retried in federal courts in the capital, Brasilia. The decision means Lula regains his political rights and would be eligible to run for office in 2022. (Photo by Alexandre Schneider/Getty Images)
Segundo Lula, com a desestatização, as tarifas de energia no país devem aumentar (Alexandre Schneider/Getty Images)
  • Lula diz que privatizar a Eletrobras é um "crime contra o povo brasileiro"

  • Para o ex-presidente, a desestatização vai fazer com que as tarifas de energia subam

  • Assunto deve está em pauta para discussão na Câmara dos Deputados nesta terça-feira (18)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) recorreu ao Twitter nesta terça-feira (18) para criticar a tentativa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de privatizar a Eletrobras, o que chamou de “crime contra o povo brasileiro e o futuro do nosso país”. Segundo Lula, a medida coloca “em risco a soberania e a segurança energética do Brasil”.

Leia também:

O petista alerta que “a privatização da Eletrobras vai também elevar consideravelmente as tarifas de energia, levando a conta de luz a fazer companhia aos preços abusivos do gás de cozinha, da carne e dos demais alimentos, que não param de subir”.

Lula completa que, com a desestatização, haverá mais riscos de apagões como o que aconteceu no Amapá em novembro de 2020. Segundo o ex-presidente, "privatizar a Eletrobras é entregar de bandeja esse inestimável patrimônio duramente construído pelo povo brasileiro".

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Em pauta

Na pauta desta terça da Câmara dos Deputados, está prevista para acontecer discussões sobre a medida provisória enviada pelo governo federal e que propõe a privatização da estatal. O assunto foi colocado para discussão em caráter de urgência.