Mercado abrirá em 7 h 55 min

Lula diz que vai apoiar quem enfrentar Bolsonaro: "Não precisa ser do PT"

Colaboradores Yahoo Notícias
·2 minutos de leitura
O ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva (Foto: Fabrice Coffrini/AFP via Getty Images)
O ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva (Foto: Fabrice Coffrini/AFP via Getty Images)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que está disposto a apoiar qualquer candidato que possa derrotar Jair Bolsonaro (sem partido) nas eleições presidenciais de 2022 e seus apoiadores no pleito municipal deste ano.

“Eu estarei disposto a apoiar qualquer candidato que tenha compromisso com o povo trabalhador contra o Bolsonaro. Não precisa ser do PT. Se for um candidato do PDT, do PCdoB, do PSB, do PSOL que estiver na disputa em que o PT não esteja, o PT não terá nenhuma dúvida de apoiar qualquer candidato progressista”, disse Lula em entrevista à agência Reuters.

Lula não assegurou sua candidatura por depender da Justiça, já que foi condenado duas vezes em processos no âmbito da Operação Lava Jato. Para o ex-presidente, Bolsonaro fracassou como líder do país na crise agravada pela pandemia de coronavírus.

“O Brasil está desgovernado, como um transatlântico em alto mar sem comandante, porque o Bolsonaro só cuida de contar coisas dele com fake news, sem se preocupar em cuidar do Brasil. O papel de um presidente é cuidar de seu povo. Isso significa pensar no emprego, no salário, na saúde, em comer três vezes ao dia”, declarou.

Lula disse que não há necessidade de um mea culpa pelas irregularidades cometidas por seu partido. Para o ex-presidente, os casos de corrupção contra ele foram politicamente motivados para impedi-lo de retornar ao poder e espera que as sentenças possam ser anuladas pelos tribunais, conforme surjam evidências de parcialidade dos procuradores.