Mercado fechará em 2 h 25 min
  • BOVESPA

    100.742,79
    +2.023,81 (+2,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.712,99
    -9,30 (-0,02%)
     
  • PETROLEO CRU

    103,28
    +4,75 (+4,82%)
     
  • OURO

    1.739,60
    +3,10 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    20.875,26
    +620,76 (+3,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    455,70
    +11,38 (+2,56%)
     
  • S&P500

    3.891,03
    +45,95 (+1,20%)
     
  • DOW JONES

    31.267,37
    +229,69 (+0,74%)
     
  • FTSE

    7.189,08
    +81,31 (+1,14%)
     
  • HANG SENG

    21.643,58
    +56,92 (+0,26%)
     
  • NIKKEI

    26.490,53
    +382,88 (+1,47%)
     
  • NASDAQ

    12.091,50
    +211,25 (+1,78%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4198
    -0,1093 (-1,98%)
     

Luiza Trajano afirma ter sido alvo de golpe no WhatsApp

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Luiza Trajano afirma ter sido alvo de golpe no WhatsApp
Luiza Trajano afirma ter sido alvo de golpe no WhatsApp
  • O ataque se utiliza do nome e da foto da empresária para pedir dinheiro na rede social;

  • A denúncia foi feita pela própria Luiza Trajano através de uma publicação no Instagram;

  • A assessoria da empresária informou que não houve clonagem do número de celular.

Um golpe via WhatsApp se utiliza do nome e da foto da presidente do Conselho de Administração do Magazine, Luiza Trajano, para pedir dinheiro de pessoas na rede social. A denúncia foi feita pela própria empresária através de uma publicação em seu perfil do Instagram.

"Pegaram uma foto minha e estão se passando por mim no WhatsApp, pedindo dinheiro. Por favor, não mandem nada e não cliquem em nada. É fraude" disse Trajano na publicação feita no Instagram.

A assessoria da empresária informou que não houve clonagem do número de celular. Os ‘golpistas’ na verdade, apenas criaram um perfil falso com o nome e a foto de Trajano para exercer os ataques.

Como não cair em golpes através do Whatsapp

De acordo com Alessandro Fontes, co-fundador do Site Confiável, há alguns pontos de atenção que devem ser considerados para evitar golpes no WhatsApp. Veja:

  • Não compartilhe seu código de segurança: Geralmente encaminhado via SMS, o número é a principal forma de ativar o WhatsApp em um outro dispositivo;

  • Ative a verificação em duas etapas: Permite que o golpista, mesmo com seu código de segurança, não consiga ativar o WhatsApp em novo dispositivo. Basta acessar as configurações do WhatsApp;

  • Proteja seus dados pessoais: permita que apenas seus contatos tenham acesso a foto do perfil. Você pode ajustar isso nas configurações (Configurações > Conta > Privacidade);

  • Desconfie de pessoas pedindo dinheiro ou doações: algum contato seu pediu para depositar um dinheiro? Desconfie e tente ligar ou falar com a pessoa pessoalmente;

  • Não seja curioso: te encaminharam uma corrente, na qual o texto te deixou absolutamente curioso? Tenha cautela, pesquise no Google sobre a notícia e evite clicar em links encaminhados;

  • Coloque senha e ative o touch id do seu smartphone: já imaginou se você perde seu smartphone e ele está sem nenhuma proteção? Os golpes também podem acontecer fisicamente;

  • Não clique em qualquer link: recebeu um link de atualização cadastral bancária, promoção, sorteio, acesso a benefício, vacina e até pesquisa? Cuidado;

  • Ficou em dúvida? Pesquise no Google: o Google pode te ajudar a identificar golpes, que já possam estar circulando a certo tempo;

  • Mantenha seu WhatsApp atualizado: é importante atualizar a versão do seu aplicativo, para que você tenha acesso a correções de vulnerabilidades e brechas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos