Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.291,59
    +413,06 (+0,37%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    43.934,21
    +259,38 (+0,59%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,64
    +0,36 (+0,80%)
     
  • OURO

    1.844,80
    +3,70 (+0,20%)
     
  • BTC-USD

    19.473,27
    +524,37 (+2,77%)
     
  • CMC Crypto 200

    382,19
    +7,79 (+2,08%)
     
  • S&P500

    3.666,72
    -2,29 (-0,06%)
     
  • DOW JONES

    29.969,52
    +85,73 (+0,29%)
     
  • FTSE

    6.490,27
    +26,88 (+0,42%)
     
  • HANG SENG

    26.728,50
    +195,92 (+0,74%)
     
  • NIKKEI

    26.809,37
    +8,39 (+0,03%)
     
  • NASDAQ

    12.488,25
    +34,00 (+0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2371
    -0,0827 (-1,31%)
     

Luis Suárez admite que seleção do Uruguai 'baixou a guarda' para Covid-19

·1 minuto de leitura
Foto: PABLO PORCIUNCULA BRUNE / STF
Foto: PABLO PORCIUNCULA BRUNE / STF

O atacante Luis Suárez falou pela primeira vez desde que testou positivo para Covid-19 durante compromisso com a seleção uruguaia pelas Eliminatórias da Copa de Mundo de 2022. Neste domingo, o joagdor admitiu que eles e seus companheiros de equipe "baixaram a guarda" e acabaram facilitando o contágio.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

“Muitas pessoas estão nos criticando. Cometemos um erro e pedimos desculpa. Não vale a pena exagerar, temos que reconhecer ao máximo que a responsabilidade é nossa", disse Luis Suárez em entrevista ao programa "Punto Penal".

Leia também:

Além do atacante do Atlético Madrid, Darwin Núñez, Lucas Torreira, Matías Viña, Diego Godín e Brian Rodríguez voltaram dos compromissos da seleção infetados com o novo coronavírus. Antes da partia contra o Brasil, uma foto dos jogadores do Uruguai juntos em um churrasco, sem máscaras ou mantendo uma distância segura, foi publicada nas redes sociais.

"O contágio não aconteceu no momento da fotografia. Tivemos azar porque um jogador veio infetado da Colômbia — afirma Suárez. — Baixamos um pouco a guarda mas temos de ser realistas: é inevitável. Que todos os jovens e todas as pessoas entendam que ninguém está imune, que temos que cuidar de nós mesmos mais do que já estamos fazendo duariamente", disse.

O jogador ainda deu detalhes sobre o seu período de isolamento:

"Como pai, estou muito mal. Não posso ver minha família depois de estar muitos dias concentrado. Estou trancado em um apartamento. Meus filhos não sabiam que eu tinha vindo e me visitaram de uma janela a 50 metros de distância. É muito difícil", disse o camisa 9.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos