Mercado abrirá em 5 h 3 min
  • BOVESPA

    101.915,45
    -898,58 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.698,72
    -97,58 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,11
    +1,93 (+2,92%)
     
  • OURO

    1.790,30
    +13,80 (+0,78%)
     
  • BTC-USD

    57.011,84
    +439,28 (+0,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.468,49
    +25,71 (+1,78%)
     
  • S&P500

    4.567,00
    -88,27 (-1,90%)
     
  • DOW JONES

    34.483,72
    -652,22 (-1,86%)
     
  • FTSE

    7.059,45
    -50,50 (-0,71%)
     
  • HANG SENG

    23.763,60
    +288,34 (+1,23%)
     
  • NIKKEI

    27.935,62
    +113,86 (+0,41%)
     
  • NASDAQ

    16.374,75
    +224,25 (+1,39%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3942
    +0,0242 (+0,38%)
     

Ludmilla boicota Prêmio Multishow após não ser indicada a Cantora do Ano

·2 min de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 08.02.2019: Retrato da cantora Ludmilla em São Paulo. (Foto; Karime Xavier/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 08.02.2019: Retrato da cantora Ludmilla em São Paulo. (Foto; Karime Xavier/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Ludmilla, 26, afirmou que vai boicotar o Prêmio Multishow por não ter sido indicada a Cantora do Ano. Em uma série de tuítes na manhã desta terça (19), ela disse que não vai se apresentar mais no evento deste ano pela "nítida falta de reconhecimento" ao seu trabalho.

"Venho por meio desse tuíte avisar a todos e ao @multishow que não me apresentarei mais no prêmio este ano. Obrigada pelo convite, mas onde não sou bem-vinda prefiro não estar só por educação", escreveu.

Procurado, o Multishow não se manifestou até a conclusão deste texto.

"Desde quando ganhei a primeira vez [ela levou o prêmio Cantora do Ano em 2019] e impactei todo o sistema por ser a primeira cantora negra a ser indicada e a vencer essa categoria em 26 anos de prêmio, uma representante das minorias, uma cantora negra, bissexual, funkeira, periférica, nunca mais fui indicada na categoria", escreveu Ludmilla.

"Infelizmente essa é a forma que o sistema te boicota! Mesmo eu sendo indicada em outras categorias da premiação. É nítida a falta de reconhecimento e entendimento das (poucas) premiações que temos aqui no Brasil", completou.

A cantora foi indicada nas categorias Hit do Ano com "Deixa de Onda", ao lado de Dennis e Xamã, e Clipe TVZ do Ano com "Rainha da Favela".

Como Cantora do Ano competem Anitta, Ivete Sangalo, Iza, Luísa Sonza e Marília Mendonça. A premiação será realizada no dia 8 de dezembro, no Rio.

Em seus tuítes, Ludmilla citou números de destaque da sua carreira e os seus lançamentos em 2021 que justificariam a indicação ao prêmio, como o projeto de pagode "Numanice ao vivo", em que gastou mais de R$ 1 milhão para gravar no Pão de Açúcar o show do álbum.

A cantora também afirmou que "vários artistas de outros segmentos e bandeiras" que mereciam ser indicados ou reconhecidos estão na mesma situação que ela.

Segundo já divulgado pelo Multishow, os indicados são escolhidos pela Academia Prêmio Multishow, "um time de jurados por mais de 500 profissionais ligados à indústria da música". Os vencedores das categorias populares, incluindo Cantora do Ano, são escolhidos por votação do público no site da premiação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos