Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,63 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,59 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,01 (-0,01%)
     
  • OURO

    1.753,90
    +2,50 (+0,14%)
     
  • BTC-USD

    47.617,61
    -376,87 (-0,79%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,61%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,42 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,96 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.282,75
    -43,25 (-0,28%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1975
    +0,0127 (+0,21%)
     

Lucros trimestrais da Tesla alcançam o recorde de US$ 1,1 bilhão

·1 minuto de leitura
A Tesla anunciou lucro trimestral recorde de US$1,1 bilhão

A Tesla anunciou nesta segunda-feira (26) seus primeiros lucros trimestrais superiores a US$ 1 bilhão e reiterou o objetivo de produção para 2021 apesar das interrupções na cadeia de abastecimento.

Os lucros subiram a 1,1 bilhão de dólares no segundo trimestre, concluído em 30 de junho. No mesmo período do ano passado, os ganhos foram de 104 milhões de dólares.

A receita quase duplicou para 12 bilhões de dólares na comparação anual e no trimestre a empresa entregou 200.000 carros, outra cifra recorde.

A Tesla reiterou seu prognóstico para este ano: "em um horizonte multianual, esperamos alcançar uma média de crescimento anual de 50% na entrega de veículos. Em alguns anos, cresceremos mais, o que esperamos para 2021", informou a empresa especializada em veículos elétricos.

A linguagem da nota é quase idêntica à do trimestre anterior, embora a Tesla agora tenha feito alusão a problemas na cadeia de abastecimento.

Estes problemas incluem a escassez mundial de semicondutores, que forçou General Motors, Ford e outras fabricantes a reduzir sua produção.

"Com a demanda mundial de veículos em nível recorde, o fornecimento de componentes continuará tendo forte influência na taxa de crescimento de entregas para o restante do ano", informou a Tesla.

A empresa disse que está progredindo em fábricas na Alemanha e no estado do Texas, que estão prestes a produzir os veículos Model Y até o fim do ano.

A produção na China "continua forte", apesar de uma cadeia de abastecimento "menor", acrescentou a Tesla.

Os ganhos tiveram uma leve perda de US$ 23 milhões devido à perda do valor de ativos em bitcoins.

Após o informe, as ações da Tesla subiram 1,4% nas operações eletrônicas posteriores ao fechamento de Wall Street.

jmb/bgs/gm/ll/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos