Mercado fechado

Lucro líquido da Stara sobe 11% para R$ 22,9 milhões no 1° trimestre

Allan Ravagnani

Segundo a empresa, os investimentos anunciados em 2019 serão postergados devido à instabilidade do mercado por conta da pandemia A fabricante de máquinas e implementos agrícolas Stara, de Não-Me-Toque (RS), reportou hoje um lucro líquido de R$ 22,910 milhões no primeiro trimestre de 2020, uma alta de 11% em relação ao mesmo período de 2019.

A receita líquida da companhia somou R$ 207,448 milhões, um aumento de 11,43% em relação ao primeiro trimestre do ano passado. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) somou R$ 26,920 milhões, uma retração de 9,6% no mesmo período.

No primeiro trimestre de 2020, o total de vendas internas de máquinas agrícolas e rodoviárias apresentaram aumento de 2% em relação ao mesmo trimestre de 2019. Já as exportações caíram 12,6% e a produção diminuiu 5,7% neste mesmo período comparativo, de acordo com dados da Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

A empresa disse que acompanha a situação da epidemia de covid-19 e que tomou mais de 60 ações visando reforçar a prevenção, buscando preservar a saúde e bem-estar de seus colaboradores, fornecedores, clientes e parceiros de negócios.

Em março, a matriz da Stara e suas filiais entraram em férias coletivas por 15 dias, período no qual as instalações passaram por adaptações para reforçar a prevenção da doença.

Ainda segundo a empresa, os investimentos anunciados em 2019 serão postergados devido à instabilidade do mercado aliado ao cenário de insegurança gerado pela covid-19, que atinge em escala mundial todos os segmentos.

“Apesar das dificuldades, a companhia está preparada para atender as demandas de seus clientes e garantir o pós-venda e distribuição de peças para que o setor não seja prejudicado neste momento tão delicado”, diz o comunicado.

A projeção de vendas para 2020 está sendo revisada, mas a expectativa é de que mesmo em um cenário ruim, seja um ano positivo para o agronegócio no Brasil e para a companhia