Mercado fechado

Lucro líquido da Dufry sobe 40% no 3º trimestre, mas câmbio é desafio

Raquel Brandão

Administradora de free shops cita desvalorização do real e do peso argentino, mas mostra otimismo com lojas de fronteira no Brasil A suíça Dufry, administradora internacional de free shops, reportou avanço de 40% no lucro do terceiro trimestre de 2019 em comparação ao mesmo período de 2018, para 136,7 milhões de euros.

A receita da companhia passou de 2,41 bilhões de euros no terceiro trimestre de 2018 para 2,44 bilhões nesse período em 2019. De acordo com a Dufry, o crescimento seguiu acelerado nessa temporada de férias de verão no hemisfério norte.

No terceiro trimestre, o desempenho das operações nos países da América Central e da América do Sul registrou queda de 3,8% nas vendas orgânicas, mesmo após a implementação de algumas iniciativas comerciais, diz a companhia. A empresa destaca que a situação segue desafiadora na América do Sul devido à desvalorização das moedas locais, em especial no Brasil e na Argentina.

Ao longo dos noves meses de 2019, o lucro da companhia chegou a 26,67 milhões de euros. O mercado de melhor desempenho foi o da região Ásia-Pacífico e Oriente Médio, onde o crescimento nas vendas orgânicas no acumulado do ano até setembro foi de 13,4%. A América Central e América do Sul tiveram o pior desempenho, recuando, juntas, 8,4% no mesmo período.

Há, porém, otimismo da Dufry em relação ao Brasil. A empresa destaca que inaugurou a primeira loja de fronteira na cidade de Uruguaiana (RS) em agosto e diz que continua monitorando de perto o desempenho desse novo formato de varejo e adaptando a variedade de produtos para melhor atender à demanda local.

“O canal de lojas duty-free da fronteira no Brasil possui um potencial considerável, pois pode ser expandido para outras 32 cidades em todo o país”, destaca o comunicado.

A companhia também deu atenção à decisão do governo brasileiro de aumentar, a partir de janeiro de 2020, a isenção de impostos de US$ 500 para US$ 1 mil nas compras nessas lojas.