Mercado abrirá em 6 h 52 min
  • BOVESPA

    111.878,53
    +478,62 (+0,43%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    43.674,83
    +779,20 (+1,82%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,19
    -0,09 (-0,20%)
     
  • OURO

    1.838,10
    +7,90 (+0,43%)
     
  • BTC-USD

    19.063,73
    -17,62 (-0,09%)
     
  • CMC Crypto 200

    374,30
    +9,38 (+2,57%)
     
  • S&P500

    3.669,01
    +6,56 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    29.883,79
    +59,87 (+0,20%)
     
  • FTSE

    6.463,39
    +78,66 (+1,23%)
     
  • HANG SENG

    26.682,16
    +149,58 (+0,56%)
     
  • NIKKEI

    26.768,04
    -32,94 (-0,12%)
     
  • NASDAQ

    12.464,50
    +10,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3610
    +0,0412 (+0,65%)
     

Lucro da Yduqs cai no 3º tri, aumento do ensino à distância alivia efeitos da Covid-19

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - O grupo de ensino Yduqs teve queda no lucro do terceiro trimestre, mas seus resultados ajustados vieram acima das previsões de analistas, uma vez que a divisão de ensino à distância compensou parcialmente os efeitos do fechamento das escolas diante da pandemia da Covid-19.

A companhia anunciou nesta segunda-feira que seu lucro ajustado de julho a setembro somou 191,3 milhões de reais, queda de 1,5% ante mesma etapa do ano passado. A previsão média de analistas da Refinitiv era de lucro de 123,6 milhões de reais, mas não ficou claro se os números são comparáveis.

Em termos líquidos, o lucro da companhia foi de 112,5 milhões de reais, queda de 26,5% no comparativo anual.

Fortalecida também pela inclusão das operações do grupo Athenas (agosto e setembro) e Adtalem (maio a setembro), compradas pela Yduqs, a receita líquida da companhia somou 976,3 milhões de reais, aumento de 17,2% contra mesma etapa de 2019.

O ensino digital registrou alta de 56% na receita, compensando em parte a perda de 18% no total de alunos matriculados nas aulas presenciais.

O resultado operacional medido pelo Ebitda somou 332,2 milhões, aumento de 10%. Em termos ajustados, o Ebitda subiu 19,5%, para 411 milhões de reais.

A Yduqs fechou setembro com posição de caixa em 1,9 bilhão de reais, o que, somado e o baixo endividamento (1,41 vez o Ebitda) "nos deixa com um balanço sólido e com espaço para novas aquisições", afirmou a companhia.

(Por Aluísio Alves)