Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.920,78
    +1.042,25 (+0,93%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    43.943,73
    +268,90 (+0,62%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,53
    +0,25 (+0,55%)
     
  • OURO

    1.843,70
    +13,50 (+0,74%)
     
  • BTC-USD

    19.342,79
    +393,89 (+2,08%)
     
  • CMC Crypto 200

    380,14
    +5,73 (+1,53%)
     
  • S&P500

    3.663,10
    -5,91 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    29.918,95
    +35,16 (+0,12%)
     
  • FTSE

    6.490,27
    +26,88 (+0,42%)
     
  • HANG SENG

    26.728,50
    +195,92 (+0,74%)
     
  • NIKKEI

    26.809,37
    +8,39 (+0,03%)
     
  • NASDAQ

    12.468,00
    +13,75 (+0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2575
    -0,0623 (-0,99%)
     

Lucro da Neoenergia cresce 36% no terceiro trimestre

Rita Azevedo
·1 minuto de leitura

A companhia reportou lucro de R$ 814 milhões, no período, com o aumento da receita e a melhora dos resultados operacional e financeiro O lucro da Neoenergia cresceu 36% no terceiro trimestre, na comparação anual, chegando a R$ 814 milhões, com o aumento da receita e a melhora dos resultados operacional e financeiro. A receita líquida da companhia, controlada pela espanhola Iberdrola, somou R$ 7,98 bilhões, o que representa uma alta de 11% na mesma base de comparação. O resultado operacional, antes do financeiro e dos tributos, cresceu 19%, para R$ 1,35 bilhão. Na linha financeira também houve melhora. O resultado financeiro líquido ficou negativo em R$ 197 milhões. Um ano antes, era negativo em R$ 310 milhões. A variação foi atribuída pela companhia à queda nas despesas com encargos de dívida e pela entrada de recursos da Conta-Covid, que somaram R$ 1,66 bilhão, considerando todas as subsidiárias da Neoenergia. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização avançou 17%, para R$ 1,76 bilhão. Segundo a administração da Neoenergia, o aumento confirma “a retomada da economia, a manutenção da eficiência e o avanço na construção de projetos de transmissão”.