Mercado fechará em 2 h 29 min
  • BOVESPA

    107.184,27
    +1.141,80 (+1,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    41.945,14
    +40,08 (+0,10%)
     
  • PETROLEO CRU

    42,86
    +0,44 (+1,04%)
     
  • OURO

    1.829,40
    -43,00 (-2,30%)
     
  • BTC-USD

    18.292,93
    -161,81 (-0,88%)
     
  • CMC Crypto 200

    361,25
    -0,18 (-0,05%)
     
  • S&P500

    3.559,81
    +2,27 (+0,06%)
     
  • DOW JONES

    29.410,82
    +147,34 (+0,50%)
     
  • FTSE

    6.343,45
    -8,00 (-0,13%)
     
  • HANG SENG

    26.486,20
    +34,66 (+0,13%)
     
  • NIKKEI

    25.527,37
    -106,93 (-0,42%)
     
  • NASDAQ

    11.831,75
    -74,00 (-0,62%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4240
    +0,0441 (+0,69%)
     

Lucro da Mastercard no 2º tri supera estimativas

·1 minuto de leitura
.
.

(Reuters) - O lucro trimestral da Mastercard ficou acima das estimativas de analistas nesta quinta-feira, conforme custos mais baixos ajudaram a aliviar o impacto de menos pessoas usando seus cartões durante a pandemia de coronavírus.

O vírus atingiu grande parte do setor global de varejo, uma vez que lojas foram fechadas e consumidores ficaram em casa para evitar a disseminação da doença.

As proibições de viagens em todo o mundo afetaram as processadoras de pagamento, com a Mastercard registrando queda de 45% no volume transfronteiriço em moeda local no trimestre.

O volume bruto em dólar - valor das transações processadas - caiu 10%, para 1,4 trilhão de dólares.

O declínio continuou após o fim do segundo trimestre, mesmo com o aumento do número de transações nos Estados Unidos.

Na terceira semana de julho, o valor do volume internacional caiu 40% em relação ao ano anterior, segundo uma apresentação a investidores. As transações nos EUA subiram 5%, enquanto as transações fora do país caíram 3%.

O lucro líquido caiu cerca de 31%, para 1,42 bilhão de dólares. Excluindo itens, o lucro foi de 1,36 dólar por ação, acima das estimativas de 1,16 dólar, segundo dados da Refinitiv.

A despesa operacional caiu 5%, para 1,6 bilhão de dólares.

(Por Noor Zainab Hussain e David Henry)