Mercado fechado

Lucro da Grendene recua 16,4% no quarto trimestre de 2019

Cibelle Bouças

A dona de marcas como Melissa, Ipanema e Grendha reportou um lucro líquido de R$ 210,1 milhões no período A Grendene, dona de marcas como Melissa, Ipanema e Grendha, reportou um lucro líquido de R$ 210,1 milhões no quarto trimestre de 2019, em queda de 16,4% na comparação com o mesmo intervalo de 2018.

A receita bruta da companhia caiu 10,1%, para R$ 795 milhões, com queda de 11,9% no volume de calçados vendidos, para 49 milhões de pares.

A companhia reduziu vendas tanto no Brasil quanto no exterior. As vendas no mercado interno caíram 8,2%, para 38,1 milhões de pares. A receita bruta no mercado interno caiu 6,5%, para R$ 603,8 milhões. No exterior, as vendas caíram 22,6% para 10,9 milhões de pares. A receita bruta de vendas caiu 19,7%, para R$ 191,2 milhões.

A receita líquida recuou 10,3%, para R$ 665,7 milhões. Já os custos de produtos vendidos caíram 10,8%, para R$ 328 milhões e as despesas operacionais, por sua vez, encolheram 5%, para R$ 186,9 milhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês), caiu 8,5%, para R$ 178 milhões.

No ano de 2019, a Grendene registrou queda de 15,5% no lucro líquido, para R$ 495 milhões. A receita líquida caiu 11,2%, para R$ 2,07 bilhões. O Ebitda somou R$ 430,8 milhões, queda de 17,6% em relação ao ano anterior.