Mercado fechado

Lucro da Eletrobras cai 66% no 3º trimeste, para R$ 965 milhões

·2 min de leitura

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A Eletrobras fechou o terceiro trimestre com lucro de R$ 965 milhões, queda de 66% em relação ao registrado no mesmo período do ano anterior. O resultado sofreu forte impacto de aumento das provisões para perdas em ações judiciais.

Sem as provisões e efeitos não recorrentes, diz a estatal, o lucro do trimestre teria sido R$ 3,6 bilhões, 69% acima do registrado no terceiro trimestre de 2020. No balanço, a empresa afirmou que "o crescimento recorrente demonstra a melhora na performance operacional da companhia".

A estatal vem sendo preparada para a privatização, com a oferta de novas ações a investidores privados e redução da fatia do governo, que espera concluir o processo no primeiro semestre de 2022.

No trimestre, a Eletrobras elevou em R$ 9 bilhões as provisões para perdas em processos judiciais contra a taxa cobrada na conta de luz de grandes consumidores até a década de 1990. O aumento, diz a estatal, reflete a evolução de alguns processos para a fase de execução.

As provisões referem-se aos chamados empréstimos compulsórios, que passaram a ser cobrados de grandes consumidores em 1978. Atualmente, há milhares de ações questionando o valor do ressarcimento, que foi feito em ações da companhia.

Em comunicado ao mercado, a estatal diz que decidiu separar R$ 5,2 bilhões com a reclassificação de risco de perda remoto para risco de perda provável em alguns processos e R$ 2,2 bilhões com alteração do marco temporal para a provisão para ações em que já foi derrotada.

No balanço, a empresa afirmou que os ajustes são "parte de nossa avaliação contínua do dinâmico cenário jurídico com relação a disputas de empréstimos compulsórios", mas que continua "envidando todos os esforços" para que suas teses sobre o tema sejam reconhecidas.

Por outro lado, a estatal teve efeitos extraordinários também positivos, como mudanças na receita de transmissão (R$ 4,8 bilhões) e o acordo para repactuação do risco hidrológico que garantiu mais prazo de outorga a usinas hidrelétricas (R$ 4,2 bilhões).

No terceiro trimestre, a empresa registrou crescimento de 50% na receita operacional líquida, para R$ 9,9 bilhões, e de 4% no Ebitda, indicador que ajuda a medir a geração de caixa de uma empresa, que foi a R$ 5,6 bilhões.

A Eletrobras continuou reduzindo sua dívida, que fechou o trimestre em R$ 19,1 bilhões, 9% inferior ao mesmo período do ano anterior. O número de empregados também segue em queda. Ao fim do trimestre, eram 12.160, corte de 3%.

No ano, a Eletrobras acumula lucro líquido de R$ 5,1 bilhões, 13% acima do verificado no mesmo período do ano anterior.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos