Mercado fechará em 10 mins
  • BOVESPA

    110.083,51
    -1.840,42 (-1,64%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.034,80
    -199,57 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    77,96
    -2,02 (-2,53%)
     
  • OURO

    1.782,20
    -27,40 (-1,51%)
     
  • BTC-USD

    17.085,71
    -41,81 (-0,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    403,80
    -7,42 (-1,80%)
     
  • S&P500

    4.004,23
    -67,47 (-1,66%)
     
  • DOW JONES

    33.985,26
    -444,62 (-1,29%)
     
  • FTSE

    7.567,54
    +11,31 (+0,15%)
     
  • HANG SENG

    19.518,29
    +842,94 (+4,51%)
     
  • NIKKEI

    27.820,40
    +42,50 (+0,15%)
     
  • NASDAQ

    11.844,75
    -165,50 (-1,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5301
    +0,0361 (+0,66%)
     

Lucro da Caixa soma R$3,2 bi no 3º tri

Pessoas usando máscaras de proteção facial passam em frente à agência da Caixa no Rio de Janeiro

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - A Caixa Econômica Federal divulgou nesta quarta-feira lucro líquido contábil de 3,2 bilhões de reais no terceiro trimestre, quase estável na comparação ano a ano (+0,5%), enquanto na base trimestral saltou 75,9%, em resultado marcado por recorde em originação de crédito e queda na inadimplência.

De acordo com o banco estatal, o crescimento na base trimestral ocorreu por meio de aumento nas receitas de prestação de serviços e melhora na qualidade e solidez da carteira.

A carteira de crédito encerrou setembro com um saldo de 977 bilhões de reais, alta de 16% em 12 meses. De julho a setembro, foram concedidos 146,6 bilhões de reais em crédito para a população, alta de 23,4% ano a ano e maior volume de contratação em um trimestre na história, de acordo com o banco estatal.

A inadimplência da carteira de crédito, por sua vez, fechou o terceiro trimestre em 1,94%, redução de 0,22 ponto percentual frente ao mesmo período de 2021.

De acordo com o banco, 92,5% dos créditos foram classificados nos ratings entre AA-C, "o melhor índice já alcançado, demonstrando a qualidade da carteira". Um ano antes havia sido 92,2% e no segundo trimestre, 92,1%.

A margem financeira da Caixa somou 12,5 bilhões, alta de 2,8% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo a instituição, "valor decorrente de bons desempenhos nas receitas com operações de crédito e no resultado com operações de títulos e valores mobiliários".

As receitas provenientes da carteira de crédito aumentaram 47,1% e as receitas de prestação de serviços cresceram 7,1%, ambas na comparação anual.

O retorno sobre o patrimônio líquido ficou em 9,23%, um tombo ante os 19,82% do final do terceiro trimestre de 2021, mas quase estável ante os 9,55% do trimestre imediatamente anterior.

Ao final do trimestre, os ativos da Caixa somaram 1,6 trilhão de reais, aumento de 5,1% em relação ao final de setembro de 2021.