Mercado fechará em 1 h 19 min
  • BOVESPA

    109.669,18
    +1.655,71 (+1,53%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.853,46
    +30,23 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,05
    +0,09 (+0,10%)
     
  • OURO

    1.843,20
    0,00 (0,00%)
     
  • BTC-USD

    43.183,99
    +1.022,13 (+2,42%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.026,55
    +31,29 (+3,14%)
     
  • S&P500

    4.591,11
    +58,35 (+1,29%)
     
  • DOW JONES

    35.402,00
    +373,35 (+1,07%)
     
  • FTSE

    7.585,01
    -4,65 (-0,06%)
     
  • HANG SENG

    24.952,35
    +824,50 (+3,42%)
     
  • NIKKEI

    27.772,93
    +305,70 (+1,11%)
     
  • NASDAQ

    15.286,50
    +253,00 (+1,68%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1067
    -0,0607 (-0,98%)
     

Luan responde se pensou em sair do Palmeiras após as derrotas na Recopa e Supercopa do Brasil

·1 min de leitura


Peça fundamental na conquista do bicampeonato da Libertadores de forma consecutiva, Luan concedeu entrevista exclusiva ao LANCE!/NOSSO PALESTRA neste sábado (04) e falou sobre as dificuldades que enfrentou após as derrotas para o Defensa y Justicia e Flamengo, na Recopa e Supercopa do Brasil, respectivamente.

Em março deste ano, o NP soube que a diretoria via como ‘insustentável’ a relação entre o jogador e a torcida depois das desilusões nos torneios. Questionado sobre a possibilidade de ter deixado o clube, Luan contou como atravessou esse momento.

- Olha, vou ser bem sincero. Acho que nunca falei sobre isso. Aquele momento foi muito difícil, pois, assim que acabou o jogo, meu número vazou e eu recebi fotos dos meus filhos e endereço de onde eles estudavam. A primeira coisa que eu fiz, então, foi desligar o celular para descansar e pensar - revelou, acrescentando sobre a importância do diretor de futebol do Alviverde no processo.

- O Anderson Barros foi conversar comigo e disse: ‘Luan, se tem uma coisa que posso dizer é que tudo passa, sejam momentos bons ou ruins. Tenho certeza que tudo vai voltar ao normal’. Eu vi muitos torcedores pedindo para eu sair, falando que iriam tirar a minha paz. Mas, a partir daquele momento, foi quando eu consegui encontrar a minha paz. Foi ali que eu vi que meus companheiros, treinador, diretoria e família estavam fechados comigo. Então, passei a tentar direcionar a minha energia para as pessoas que estão ao meu lado, que acompanham o meu dia a dia. Foi quando eu encontrei a minha paz - encerrou.

Para conferir entrevista completa com o zagueiro do Verdão, clique aqui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos